Está aqui

Está aqui

  • O Diretor Científico Dr. Stan Riddell à conversa com o príncipe Rahim Aga Khan e a princesa Salwa Aga Khan durante uma visita a um laboratório no Centro Fred Hutchinson de Investigação do Cancro.
    Fred Hutch / Robert Hood
  • O presidente da AKU, Firoz Rasul, e o Presidente e Diretor da Fred Hutch, o Dr. Gary Gilliland, assinam um memorando de entendimento entre as duas instituições.
    Fred Hutch / Robert Hood
  • Da esquerda para a direita: o Presidente da AKU, Firoz Rasul, a Princesa Salwa Aga Khan e o Príncipe Rahim Aga Khan, e o Presidente e Diretor da Fred Hutch, Dr. Gary Gilliland, durante uma visita às instalações e a cerimónia de assinatura do MdE no Centro Fred Hutchinson de Investigação do Cancro.
    Fred Hutch / Robert Hood
  • O Presidente e Diretor da Fred Hutch, Dr. Gary Gilliland, e o Príncipe Rahim Aga Khan trocam presentes após a cerimónia de assinatura do MdE no Centro Fred Hutchinson de Investigação do Cancro, perante o olhar atento do Presidente da AKU, Firoz Rasul, e da Princesa Salwa Aga Khan.
    Fred Hutch / Robert Hood
A Universidade Aga Khan e a Fred Hutch associam-se em colaboração global

As organizações assinaram um memorando de entendimento para colaborar na prevenção, diagnóstico e tratamento do cancro e de doenças relacionadas

Seattle, EUA, 6 de março de 2019- A Universidade Aga Khan e o Centro de Investigação do Cancro Fred Hutchinson expressaram hoje o seu compromisso partilhado de trabalharem em conjunto para melhorar a prevenção, diagnóstico e tratamento do cancro e de doenças relacionadas em países pobres e em desenvolvimento. 

O Presidente Firoz Rasul, da Universidade Aga Khan, e o Presidente e Diretor da Fred Hutch, Dr. Gary Gilliland, assinaram um memorando de entendimento que visa promover projetos conjuntos internacionais de investigação científica, programas de formação em cuidados clínicos, programas de investigação clínica e laboratorial e desenvolvimento de infraestruturas em países pobres e em desenvolvimento, principalmente na África Oriental.

O Príncipe Rahim e a Princesa Salwa Aga Khan, o Dr. Carl Amrhein, Reitor e Vice-Presidente Académico da Universidade Aga Khan e os líderes de ambas as organizações juntaram-se ao Presidente Rasul e ao Dr. Gilliland para a cerimónia de assinatura do acordo nas instalações da Fred Hutch em Seattle. O grupo também visitou os laboratórios do Dr. Edus "Hootie" Warren, diretor de Oncologia Global na Fred Hutch, e do Dr. Stan Riddell, diretor científico do Centro de Investigação Integrada em Imunoterapia da Fred Hutch.

"O cancro é um problema global que requer uma cooperação global no sentido de providenciar novos diagnósticos e tratamentos que salvem vidas em todo o mundo", disse Rasul. "Estamos orgulhosos por estabelecer esta parceria com a Fred Hutch, líder mundial em investigação e tratamento do cancro, com o objetivo de enfrentar um dos maiores desafios de saúde dos dias de hoje a nível global."

"Acredito que podemos encontrar abordagens curativas para a maioria dos cancros, se não todos, até 2025, e é através deste tipo de colaboração que iremos lá chegar", disse Gilliland. “Em conjunto, a Universidade Aga Khan e a Fred Hutch têm o potencial de melhorar a qualidade de vida dos pacientes com cancro s uma escala global, através de programas avançados de tratamento, formação e investigação científica. Agradeço ao Príncipe Rahim e à Princesa Salwa Aga Khan e ao Presidente Firoz Rasul por se juntarem hoje a nós aqui na Fred Hutch para celebrarmos e partilharmos as nossas ideias acerca desta empolgante colaboração.”

As duas organizações estão comprometidas em explorar investigações oncológicas que sejam diretamente relevantes para os pacientes de países pobres e em desenvolvimento. A Universidade Aga Khan e a Fred Hutch estão envolvidos em programas de desenvolvimento da próxima geração de tratamentos de cancro através de bolsas de formação em hematologia e oncologia, e identificaram esta como sendo uma área de potencial colaboração. Para além disso, as duas organizações partilham o objetivo de aumentar a qualidade das infraestruturas em países pobres e em desenvolvimento, com destaque para a capacidade dos laboratórios e repositórios de material biológico, de modo a acelerar a investigação do cancro em todo o mundo. A Universidade Aga Khan é uma instituição pioneira de ensino superior que trabalha para melhorar a qualidade de vida no mundo em desenvolvimento e não só. A Universidade forma profissionais de saúde de classe mundial, conduz investigações médicas de ponta e trata mais de dois milhões de pacientes todos os anos em sete hospitais e mais de 300 centros médicos no Paquistão, Afeganistão, Quénia, Tanzânia e Uganda. Desde a sua inauguração em 2011, o Centro Cardiológico e Oncológico do Hospital da Universidade Aga Khan em Nairobi, no Quénia, vem sendo considerado um hospital líder em cuidados cardiovasculares e oncológicos na África Oriental.

A Fred Hutch e Instituto do Cancro do Uganda abriram oficialmente o Centro do Cancro UCI-Fred Hutch em Kampala, no Uganda, em 2015. Este Centro é o primeiro centro de cancro abrangente construído em conjunto por instituições de cancro americanas e africanas na África subsaariana e abriga laboratórios de investigação e diagnóstico molecular, instalações de formação e clínicas de ambulatório para crianças e adultos capazes de receber até 20.000 consultas de ambulatório por ano. Os seus investigadores estão envolvidos em 30 estudos de cinco tipos de cancro (sarcoma de Kaposi, linfomas não-Hodgkin, cancro do colo do útero, cancro da mama e linfomas de Hodgkin) e quatro vírus (HIV, vírus de herpes humano e simples e vírus Epstein Barr).

Contactos de Imprensa:

Claire Hudson 

P: 206.667.7365

M: 206.919.8300

Email:crhudson@fredhutch.org

Brian Peterson

Universidade Aga Khan

P/M: 407-492-8985

Email: brian.peterson@aku.edu

 

NOTAS

No Centro Fred Hutchinson de Investigação do Cancro,casa de três vencedores de prémios Nobel, existem equipas interdisciplinares de cientistas de renome mundial a procurar formas novas e inovadoras de prevenir, diagnosticar e tratar o cancro, o HIV/SIDA e outras doenças potencialmente fatais. O trabalho pioneiro da Fred Hutch no transplante de medula óssea levou ao desenvolvimento da imunoterapia, que aproveita o poder do sistema imunológico para tratar o cancro. A Fred Hutch é um instituto independente de investigação sem fins lucrativos com sede em Seattle que acolhe o primeiro programa de investigação para a prevenção do cancro no país, assim como o centro de coordenação clínica da Iniciativa de Saúde da Mulher e a sede internacional da Rede de Ensaios de Vacinas contra o HIV.

A missão da Universidade Aga Khan (AKU) passa por melhorar a qualidade de vida no mundo em desenvolvimento e não só, através do ensino, investigação e prestação de cuidados de saúde de classe mundial. A Universidade forma estudantes para serem líderes locais e globais em polos e hospitais universitários em seis países, principalmente na Ásia e em África. A AKU gera novos conhecimentos para resolver problemas que afetam milhões de pessoas, especialmente as mais vulneráveis. A universidade alcança referenciais internacionais de qualidade e eleva os padrões e aspirações dos países em que trabalha. A AKU, em parceria com governos e organizações do sector privado, trabalha para construir um mundo que valorize o pluralismo, estimule as iniciativas da sociedade civil e dê oportunidades a todos. A Universidade é uma instituição privada, sem fins lucrativos, e uma agência da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento.