Está aqui

Está aqui

  • Após o devastador desabamento na aldeia de Abi Barik no distrito de Argo, em Badakhshan, no Afeganistão, AKAH fez parte da equipa de avaliação e forneceu ajuda alimentar e não alimentar a 700 famílias afetadas.
    FOCUS / AKF
  • Os voluntários das Equipas Comunitárias de Resposta a Emergências desimpedem uma estrada bloqueada por uma avalanche em Badakhshan, Afeganistão. A AKAH forma voluntários locais para serem capazes de se prepararem e responderem a desastres nas suas comunidades.
    AKAH Afghanistan
  • Voluntários das Equipas Comunitárias de Resposta a Emergências (CERT) realizam uma simulação em Bamyan, Afeganistão. A AKAH formou mais de 17 000 voluntários CERT no Afeganistão, dos quais quase 40% são mulheres, para promover a sua preparação e serem os primeiros a responder em caso de desastre na sua cidade ou aldeia.
    AKAH
  • Como parte das suas atividades de preparação e resposta a desastres, a AKAH mantém reservas de emergência geridas pela comunidade, oferecendo a mais de 2000 aldeias suscetíveis a desastres um acesso rápido a equipamentos de socorro, incluindo tendas preparadas para o inverno, cobertores, ferramentas de busca e salvamento e conjuntos de primeiros socorros. Foto: Aldeia de Dukho, distrito de Darwaz, Afeganistão
    AKAH / Andrew Tkach
  • Projeto de mitigação na aldeia de Lalakia Larkhabi, no distrito de Khan Abad, em Kunduz, Outubro de 2019.
    AKAH
Ajuda humanitária

O Afeganistão é muito propenso a várias catástrofes naturais, incluindo terramotos, desabamentos, inundações e avalanches. Há terramotos com frequência, em especial nas áreas montanhosas a norte e a nordeste do país que, frequentemente, desencadeiam desabamentos. As inundações são comuns durante a primavera quando a neve começa a derreter e as chuvas são intensas. Muitas das comunidades em risco estão localizadas em áreas remotas e os esforços em matéria de socorros a catástrofes são dificultados pela situação de segurança instável. A Agência Aga Khan para o Habitat (AKAH), anteriormente conhecida como Fundação Focus Assistência, tem estado ativa no Afeganistão desde 1996, quando foi criada para dar resposta à grave escassez de alimentos causada pelo conflito contínuo.

As equipas de gestão de emergência dão formação para dar resposta às catástrofes durante a realização de avaliações de perigo e risco. Trabalham também para melhorar a antecipação de riscos através da criação de Sistemas de Aviso Prévio. Até à data, a AKAH deu formação a dezenas de milhares de voluntários para resposta e gestão de catástrofes na Ásia Central e no Sul da Ásia.