Health

Está aqui

Está aqui

AKDN e

Saúde

A AKDN tem uma ampla e abrangente abordagem em relação à saúde que lida com alguns problemas de saúde crónica em comunidades pobres. Presta serviços diretos, ao operar um dos maiores sistemas de cuidados de saúde privados sem fins lucrativos em países em vias de desenvolvimento e desempenha este papel há mais de 60 anos. Tem como objetivo transformar os sistemas de cuidados de saúde através da formação de milhares de enfermeiros, parteiras e médicos. Coordena projetos de saúde comunitária, muitas vezes em conjunto com programas de desenvolvimento rural, em algumas das áreas mais pobres e remotas do planeta.  

A AKDN envida esforços para melhorar a saúde comunitária, ao integrar mudanças comportamentais em programas relacionados, por exemplo, ao ensinar as crianças abrangidas por programas de desenvolvimento na primeira infância sobre a importância de lavar as mãos. Uma vez que as suas universidades e hospitais universitários se situam em países em vias de desenvolvimento, realiza investigação a nível mundial sobre os problemas de saúde endémicos e emergentes nestas áreas. O seu principal objetivo é criar sistemas de saúde eficientes e adequados que melhoram a qualidade de vida das populações nos países em vias de desenvolvimento.

Mais

Investigação
A cultura da investigação não é suficiente na maioria dos países em vias de desenvolvimento. Por este motivo, a AKDN promove a investigação com base em problemas endémicos e auxilia na tomada de decisões adequadas para os locais onde opera. Trabalha também com instituições de investigação em países em via de desenvolvimento em estudos de viabilidade específicos. As instituições de cuidados de saúde da Rede publicaram artigos em muitas das mais revistas na área da medicina mais conceituadas sobre vários assuntos, da malária a doenças cardíacas.

África Oriental
Os desafios dos cuidados de saúde na África Oriental são bem conhecidos: difícil acesso, serviços deficientes, investigação insuficiente. Para cada 10 000 habitantes há 1 médico, 6 enfermeiras e 10 camas hospitalares. Para enfrentar estes desafios, o sistema de cuidados de saúde da AKDN tem vindo a expandir as suas operações no Ásia do Sul e na África Oriental, onde opera há mais de 60 anos. As instalações de cuidados básicos de saúde estão associadas aos principais hospitais universitários, como o Hospital da Universidade Aga Khan em Nairobi, criada em 1958, considerado um dos melhores hospitais no continente. Estas instalações funcionam como “polos” para o Sistema de Saúde Integrado para a África Oriental em expansão da AKDN na região, que se dedica a fornecer cuidados de saúde de elevada qualidade com preços acessíveis a populações economicamente diversificadas.

Ásia Central e do Sul
O trabalho da AKDN na Ásia Central e do Sul caracteriza-se por uma experiência muito diferente: décadas de conflito no Afeganistão, fim do sistema de cuidados de saúde soviético no Tajiquistão e na República do Quirguistão e polarização do acesso aos cuidados de saúde no Paquistão e na Índia. Para otimizar os recursos e garantir o acesso a cuidados de saúde de elevada qualidade para as populações que vivem em locais de difícil acesso, a AKDN emprega um sistema de serviços de cuidados de saúde “radiais” cujo alcance transcende as fronteiras nacionais. Uma instalação de saúde de elevado nível muitas vezes dotada de faculdades de ensino e investigação, um polo que apoia vários centros de saúde em áreas rurais e/ou urbanas. Por exemplo, através do eHealth, a equipa médica na Unidade de Diagnóstico remoto de Khorog no Tajiquistão dá consultas nos principais hospitais universitários da AKDN em Cabul e em Karachi, para garantir um diagnóstico e um tratamento mais atempado e eficiente. Nos próximos 25 anos, este sistema radial vai expandir-se para melhorar a qualidade e o alcance das instalações da AKDN e do governo na região.

Mais informações sobre o Centros de recursos de eHealth

>