Está aqui

Está aqui

Hospital da AKU realiza a primeira terapia genética no Paquistão

Quando o bebé Shavez foi diagnosticado com atrofia muscular espinhal, o seu futuro era desanimador. As crianças que padecem desta doença normalmente sofrem de fraqueza muscular, problemas de mobilidade, problemas respiratórios e outros, muitas vezes não sobrevivendo para além do seu segundo aniversário. A empresa farmacêutica Novartis desenvolveu um tratamento de terapia genética para curar a doença – mas com um custo de milhões de dólares, não estava acessível à maioria das pessoas.

O Dr. Salman Kirmani e a sua equipa do Hospital da Universidade Aga Khan do Paquistão solicitaram que Shavez fosse um dos 100 pacientes anuais – e o primeiro no Paquistão – a receber o medicamento gratuitamente. Após os testes, a formação do pessoal e a gestão logística, foram capazes de administrar o fármaco em Shavez pouco antes do seu segundo aniversário. Com acompanhamento e consultas gratuitos contínuos, Shavez apresentou uma melhoria significativa.

“Pensei que as nossas vidas tinham acabado, mas vivíamos na esperança de que pudesse haver um milagre e um dos nossos bebés pudesse sobreviver”, disse a mãe de Shavez, a Sra. Liaqat. “E agora vemos o Shavez a recuperar a cada dia. Tudo se deve ao trabalho árduo dos médicos, enfermeiros e funcionários do Hospital da Universidade Aga Khan.”