Está aqui

Está aqui

  • O Diretor das Academias Aga Khan, Salim A.L. Bhatia, profere o seu discurso para a Turma de 2019 e convidados.
    AKDN / Laughters Photography
Cerimónias de Graduação nas Academias Aga Khan de Hyderabad e Mombaça

Ilustres Convidados, famílias, colegas e membros da Turma de Graduação de 2019,

Este ano, tenho o privilégio de dar os parabéns aos nossos 159 graduados em Hyderabad e Mombaça, que peço que me deixem aproveitar esta oportunidade para partilhar algumas ideias enquanto ainda são oficialmente estudantes das Academias.

Antes disso, porém, gostaria de reconhecer algumas das pessoas muito importantes que tornaram este dia possível para os nossos graduados.

Obviamente, começo por Sua Alteza o Aga Khan e a visão que teve para criar este programa ambicioso de uma rede integrada de Academias, lançado há pouco mais de quinze anos.

A impressionante visão de Sua Alteza permitiu e continuará a permitir que os estudantes de mérito tenham acesso a uma educação do mais alto padrão internacional, independentemente da sua cultura, religião, língua ou da situação financeira da família.

Gostaria de reconhecer os nossos Diretores das Academias - Alison Hampshire, da Academia de Mombaça, que celebra hoje a sua primeira graduação, e o Dr. Geoff Fisher de Hyderabad, para quem esta é a quinta e última graduação, uma vez que no próximo ano letivo irá seguir em busca de novas aventuras.

Gostaria de reconhecer os nossos professores, líderes escolares e pessoal de apoio. O trabalho deles nas nossas salas de aula, nos nossos espaços desportivos, em todo o polo, nos seminários e reuniões, tudo é feito com um objetivo essencial em mente - garantir que os alunos das nossas Academias recebem a melhor educação que podemos oferecer, inclusive através das mais recentes inovações ao nível do ensino e da aprendizagem.

Para além dos portões da Academia, estamos gratos pelo compromisso por parte dos pais dos nossos alunos, não apenas para com o intelecto e o futuro dos seus próprios filhos, mas também com o melhoramento das sociedades em que vivem.

Agradecemos também aos nossos ex-alunos, voluntários e outros apoiantes aqui e em todo o mundo, cujas generosas dádivas de tempo, conhecimento e assistência financeira às Academias Aga Khan permitem que sejamos capazes de realizar a visão de Sua Alteza de selecionar e apoiar estudantes talentosos que frequentem as nossas Academias, independentemente dos meios financeiros das suas famílias.

Por favor, juntem-se a mim para agradecermos e darmos uma salva de palmas a todas estas pessoas que ajudaram a tornar este dia uma realidade para os nossos graduados de 2019.

Hoje, na nossa Academia em Hyderabad ou aqui em Mombaça, um dos 159 graduados das Academias será o milésimo jovem a receber um diploma por parte das Academias Aga Khan. Estou certo de que concordarão que mil é um número bastante considerável, e estes mil graduados representam uma conquista significativa para a nossa rede de academias em crescimento.

A nossa cultura reconhece o valor de mil como sendo mais do que simplesmente uma mudança numérica de três dígitos para quatro.

Mil é considerado um marco importante.

Em tempo, chamamos-lhe um 'milénio'.

Em dinheiro, chamamos-lhe uma 'milena'.

Em ciência, até tem o seu próprio prefixo - 'quilo'.

Dizemos que uma pessoa de sucesso está ‘a valer mil’,

que 'uma imagem vale mais do que mil palavras', e

que 'uma viagem de mil km começa com um único passo'.

E claro, um dos favoritos dos pais e dos professores, “já te disse mil vezes...”

Para ser honesto, poderia ter olhado para a nossa lista de graduados em Hyderabad e em Mombaça e ter levado em conta o momento exato das cerimónias de graduação, e descobrir exatamente qual de vocês é o número mil.

Mas não fiz isso, porque mil não é apenas um de vocês, são vocês todos.

O número 1000 não é impressionante por causa do 1 que leva o número de 999 para 1.000, mas por causa de todos os 'uns' individuais que criaram o número mil e a imensidão que representa enquanto soma total.

Ao pensar nos graduados das nossas Academias e neste marco no nosso desenvolvimento enquanto rede, não pude deixar de pensar no autor americano C.S. Lewis, que escreveu pela primeira vez a frase “mil pontos de luz”, que mais tarde ressurgiu na cultura popular num discurso do ex-presidente dos EUA, George H.W. Bush.

Em ambos os casos, os “mil pontos de luz” referiam-se às estrelas no céu. Mil pontos de luz - é uma imagem bastante vívida, e todos conseguimos imaginar a beleza de uma noite estrelada, com todos esses pontos de luz, contra o pano de fundo do céu infinitamente escuro.

Quanto mais pensava nisto, e quanto mais pensava em vocês, os nossos graduados, menos sentia que aqueles mil pontos de luz num distante céu noturno eram vocês.

Apesar de ser uma imagem vívida e bonita, o céu parece tão distante quando o vejo daqui da Terra. E quando estudamos o céu em astronomia, percebemos que esses pontos de luz estão ainda mais distantes do que aquilo que vemos com os nossos olhos.

Mas vocês, os graduados da Academia, não estão longe. Vocês estão aqui.

Alguns dos nossos antigos graduados também estão aqui hoje connosco para celebrar esta importante ocasião.

Em todos vocês, eu não vejo pontos de luz distantes, mas sim faróis de esperança próximos.

  • Faróis de esperança que receberam uma formação de acordo com os mais altos padrões internacionais.
  • Faróis de esperança que, apesar de altamente talentosos e meritórios, demonstram uma humildade a nível pessoal nas suas ideias e ações.
  • Faróis de esperança que não só respeitam como abraçam a diversidade.
  • Faróis de esperança que estão a fazer a diferença nos países onde estudam e que posteriormente voltarão a casa para fazer a diferença.
  • Faróis de esperança que vivem lado a lado com os seus vizinhos e concidadãos, a tentarem fazer deste planeta um lugar melhor para todos, onde quer que eles estejam.

Vocês não são pontos de luz que apenas acrescentam beleza à escuridão, mas faróis de esperança que possuem uma consciência social e dão o exemplo enquanto líderes.

Vocês são faróis de esperança que inspiram, encorajam e cuidam.

Graduarem-se nesta Turma de 2019, que inclui o milésimo aluno graduado nas nossas Academias, é especialmente emocionante, uma vez que o próximo grande marco como este será quando atingirmos os 10 mil graduados nas Academias.

E apesar de estarmos mais perto do que pensamos com os alunos de Maputo a Daca a graduarem-se em breve, ainda parece estar muito longe.

Mas, verdadeiramente, para além de ser um número redondo, qual é o real significado por trás destes mil ex-alunos das Academias?

Como Sua Alteza o Aga Khan disse na inauguração da Academia Aga Khan de Hyderabad em 2013, “O nosso compromisso com a educação tem sido uma história longa e contínua. É uma história empolgante e de esperança, uma história da expansão do seu impacto por todo o mundo.”

Se olharmos para os mil alunos graduados nas Academias à luz da expansão desse impacto, este número impressionante significa que hoje temos uma massa crítica visível.

Aqueles que estudaram física recordarão que uma massa crítica é a quantidade mínima de material necessária para manter uma reação nuclear em cadeia.

Como sabem, o mundo dos negócios adotou a frase para se referir ao tamanho mínimo necessário para manter uma atividade empresarial.

Para a nossa rede de Academias Aga Khan, uma massa crítica significa que hoje temos suficientes ex-alunos espalhados pelo mundo, seja a continuarem os seus estudos superiores ou a trabalhar, capazes de difundir e confirmar os conceitos que inspiraram originalmente a visão de Sua Alteza o Aga Khan para as nossas escolas.

Significa que vocês, os nossos faróis de esperança, estão a pôr em prática aquilo que aprenderam enquanto membros das Academias Aga Khan acerca dos valores que nos são caros, incluindo o pluralismo, a ética e o compromisso cívico.

Caro graduados, concluo esta minha intervenção desafiando-vos a levar a consciência social que desenvolveram enquanto alunos das Academias para onde quer que o vosso caminho vos leve.

Os vossos pais, os vossos professores, os vossos colegas, assim como aqueles que vieram antes de vocês e aqueles que se seguirão - todos nós, na verdade - estamos a contar convosco.

Vocês irão moldar o futuro da nossa sociedade e do nosso mundo, e todos nós temos uma grande fé nas vossas capacidades de enfrentar este desafio e causar um impacto positivo na humanidade.

Vocês, membros da Turma de 2019, dão-nos esperança. Parabéns a todos!