Está aqui

Está aqui

  • His Highness the Aga Khan delivers remarks upon having received the Key to the City of Porto.
    AKDN / 4See
Sua Alteza o Aga Khan recebe as Chaves da Cidade do Porto

Vossa Excelência, Senhor Presidente da Câmara,
Caros Convidados,

gostaria de começar por dizer que estou muito sensibilizado pelo reconhecimento que me atribuíram esta tarde. 

No meu trabalho, observo pessoas de todos os ambientes: cidades, zonas rurais e urbanas, desertos e áreas industrializadas, e olho para a forma como as pessoas vivem e questiono-me: “Como podemos melhorar as condições de vida das pessoas em todos estes ambientes?” 

E aprendemos, a toda a hora, com todos os contactos que temos em todas as cidades com as quais trabalhamos. Portugal é um exemplo em termos de sociedade pluralista, algo que é notável e deve ser homenageado e reconhecido, algo que deve ser imitado.Portanto, quero aproveitar esta ocasião para vos felicitar por criarem uma sociedade funcional, feliz e pluralista. 

Por todo o mundo, África, Ásia, Médio Oriente, América do Sul, não há nenhuma região no mundo que não beneficiasse da aprendizagem com a experiência portuguesa. É uma experiência histórica, não é uma experiência nova. É algo que Portugal defendeu ao longo dos anos, em vários pontos do mundo, estabelecendo premissas saudáveis para a sociedade civil e eu quero, em nome de todos nós que vivemos no mundo desenvolvido, manifestar a nossa gratidão e reconhecimento pela liderança exemplar que nos têm dado, aqui na zona ocidental da Europa, mas também em muitos outros locais do mundo. 

Em muitas partes do mundo, herdámos da vossa liderança e estou a pensar num país em especial, onde a minha comunidade e eu fizemos muito trabalho. Estou a pensar em Moçambique. A importância da discussão, do diálogo, da partilha de ideias e do debate das questões, tudo isso é exemplar. Portanto, é um prazer para mim reconhecer isso e agradecer-vos por darem esse magnífico exemplo global.

Também vos quero agradecer pelas chaves desta magnífica cidade. É uma tradição antiga e histórica que existe em muitos países em muitos pontos do mundo, mas eu vou usar estas chaves para abrir o maior número possível de portas. As portas para a felicidade, as portas para a paz, as portas para a união e as portas para o progresso humano.

Assim, agradeço-vos e estimarei muito estas chaves. Prometo não fazer cópias...