Está aqui

Está aqui

  • Pontifical Institute of Mediaeval Studies confers an Honorary Degree on His Highness the Aga Khan
    A convocação do Instituto Pontífice de Estudos Medievais teve lugar na St Basil’s Collegiate Church em Toronto. O Sr. David Mulroney, Presidente da Universidade de St. Michael's College e antigo embaixador da República da China proferiram o discurso.
    AKDN / Mo Govindji
Citação em honra de Sua Alteza pelo Instituto Pontífice de Estudos Medievais

Sua Alteza, Sua Eminência e Reitor, Praeses, ilustres convidados, senhoras e senhores:

Tenho a honra de homenagear Sua Alteza, o 49.º Imam, ou líder espiritual, hereditário dos Muçulmanos Shia Ismaili. Como é óbvio, Sua Alteza é também um cidadão ilustre deste país, cujos muitos contributos e ligações à vida e sociedade canadiana nós agraciamos com a cerimónia de hoje.

Tendo em conta a energia e o vigor com que Sua Alteza se dedica à sua vocação e a medida em que a adotou para beneficiar não só os muçulmanos Ismaili, mas também várias comunidades a nível mundial, com especial atenção para os mais vulneráveis, é realmente espantoso recordar que Sua Alteza tem servido na sua capacidade notável desde 1957.

A Rede Aga Khan para o Desenvolvimento cria parcerias com instituições públicas e privadas a nível mundial para construir (muitas das vezes para reconstruir) as instituições necessárias para sustentar e fomentar comunidades. Isto reflete o ativismo da comunidade Ismaili, cujos membros são agentes de transformação, os que fazem a diferença, em tantas partes do mundo, incluindo o Canadá.

Os canadianos têm especial orgulho nos laços que nos unem a Sua Alteza, à comunidade Ismaili e aos valores importantes que defendem com tanto afã. É uma ligação que remonta a 1972, a uma época anterior ao do Presidente Trudeau, em que o Canadá acolheu milhares de Ismailis que foram expulsos do Uganda que ajudaram a construir.

Muitas têm sido as recompensas que nos foram retribuídas, sobretudo o notável e contínuo contributo da comunidade Ismaili para a nossa vida nacional. Sua Alteza tem demonstrado muita generosidade, como podem atestar os visitantes do Museu Aga Khan em Toronto.

Sua Alteza também nos elogiou ao associar-nos a uma palavra muito importante: o pluralismo. Como Sua Alteza escreveu, o pluralismo é “um dos nossos valores fundamentais e uma condição incontornável para a paz no mundo e o desenvolvimento humano”. Sua Alteza reforçou generosamente a ligação com o Canadá e o respeito por este valor, ao tornar a capital do nosso país a sede de um Centro Global pelo Pluralismo.

É uma dádiva de oferta perpétua, porque o Centro funciona também como um aviso perene aos canadianos sobre o que podemos oferecer ao mundo quando o nosso comportamento é exemplar. Sua Alteza, através do trabalho do Centro, recorda-nos qual é o nosso dever e inspira-nos a fazer ainda mais.

Obviamente, para Sua Alteza, o pluralismo significa muito mais do que diversidade por si só. A nossa comemoração das muitas formas através das quais a sociedade humana se organiza e expressa tem como base num sentido de humanidade partilhada. Como nos relembra a Rede Aga Khan para o Desenvolvimento, vemos “na diversidade da raça humana, sinais que apontam para o Criador e Sustentador de toda a Criação”.

O pluralismo implica, inevitavelmente, a palavra mais católica de todas, a interligação.

E Sua Alteza é um grande elo de ligação, um construtor de pontes, de maneira metafórica e real. Sua Alteza, por exemplo, voltou a ligar o Afeganistão através da sua função tradicional, como um cruzamento de comércio e pessoas, arte e ideias. Isto foi demonstrado pela construção, graças a Sua Alteza, das inúmeras pontes que ligam os afegãos aos seus vizinhos a norte.

Mas também foi concretizado através de vários projetos concebidos para restabelecer a ligação dos afegãos à sua História e vasto leque de culturas. Sua Alteza é um grande proponente de algo que os amigos deste Instituto também conhecem tão bem: essa abertura para o conhecimento e cultura inevitavelmente recuperar um sentido de Humanidade comum e, através disso, uma gratidão renovada com o nosso Criador.

Estes impulsos naturais de aprendizagem, comunicação e ligação eram um anátema para os extremistas que durante muito tempo imperaram no Afeganistão. Esses inimigos implacáveis do progresso, da tolerância e do pluralismo pretenderam afastar o Afeganistão dos seus vizinhos, para afastá-lo da sua História e desviá-lo do seu futuro.

Fizeram grandes danos, mas Sua Alteza ajudou a reconstruir e a reanimar uma sociedade dividida. Graças aos esforços da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento, a vida está a regressar ao vale de Bamyan, onde o tolerante povo de Hazara, composto essencialmente por Muçulmanos Shia, representa uma História que faz parte da época de ouro do budismo da Ásia Central. Em Cabul, uma cidade destruída por 30 anos de guerra, a esperança e o orgulho alicerçaram-se na recuperação, graças também aos esforços de Sua Alteza, do mausoléu do Imperador Babur e dos grandiosos jardins que o rodeavam. Babur foi o fundador do Império Mongol e contemporâneo dos igualmente ambiciosos e grandiosos príncipes Henrique VIII e Francisco I. Este pôs cerco a Kandahar no ano em que Henrique e Francisco se cercaram um ao outro no Campo do Pano de Ouro.

Gostaria também de afirmar que considero Sua Alteza um construtor de pontes e conciliador de pessoas. Quando exerci um cargo em Pequim, li um dos discursos de Sua Alteza onde salientou a dimensão e a vitalidade da comunidade Ismaili no extremo Oeste da China. Por isso, viajei para a cidade de Tashkurgan para conhecê-los pessoalmente.

Foi uma experiência verdadeiramente emocionante e que me impressionou como católico. Conheci pessoas de fé, esperança e enorme boa vontade. Eles sentiram na pele a mágoa da separação física dos seus irmãos e irmãs Ismaili e de Sua Alteza. Porém, demonstraram uma profunda e convicta ligação espiritual com a sua comunidade mundial. Têm uma fé que recusa ser confinada ou isolada por barreiras impostas pelo Homem, uma convicção que muito deve ao muito real e justificado sentido de comunhão com o seu líder espiritual.

Celebremos hoje a nossa ligação a Sua Alteza, um paladino do pluralismo, que está para além das fronteiras e barreiras e um grande, sábio e benevolente conciliador.