Está aqui

Está aqui

  • A AKDN adota uma perspectiva de longo prazo, geralmente trabalhando em países ao longo de décadas, e, portanto, essas avaliações são projetadas de forma a fornecer uma visão geral de como a vida das pessoas está a mudar ao longo do tempo.
    AKDN / Lucas Cuervo Moura
Unidade de apoio à investigação, avaliação e monitorização da quantidade de vida da AKDN

O objetivo geral da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento (AKDN) é melhorar a Qualidade de vida (QdV) nas áreas onde trabalham as instituições membros. A visão e estratégias da Rede englobam uma melhoria do nível de vida material, saúde e educação, assim como um conjunto de valores e normas na organização da sociedade, que inclui pluralismo e tolerância cultural, equidade social e entre géneros, organização da sociedade civil e boa governança. Por conseguinte, a AKDN tem uma perspetiva globalizante do que constitui o progresso que vai para além dos benefícios materiais ou apenas a redução da pobreza, e que engloba uma visão mais completa da experiência e aspirações humanas.

2013_akdn_-_quality_of_life_assessment_programe.png


Programa de Avaliação da Qualidade de Vida AKDN.

Em 2007, a Rede Aga Khan para o Desenvolvimento (AKDN) iniciou avaliações sobre a Qualidade de Vida (QdV) em áreas geográficas onde desenvolve programas de desenvolvimento da área em setores diversificados. As avaliações ajudaram a AKDN e os parceiros a terem conhecimento sobre as várias alterações na vida das pessoas, chamar a atenção para as questões mais importantes que influenciam a perceção das pessoas sobre o que é boa ou má qualidade de vida e mostrar como as amplas alterações que afetam uma determinada área condicionam a vida das pessoas com o tempo.

As avaliações de QdV fornecem também à Rede a oportunidade de perceberem se (e como) as intervenções do programa estão a contribuir para a mudança e os resultados são utilizados para ajudar a identificar falhas e considerar ajustes à estratégia do programa. Em 2014, o Programa de Avaliação da QdV expandiu-se para a Unidade de Apoio de Monitorização da QdV, Avaliação e Investigação (MER) com uma competência mais ampla para apoiar uma MER estratégica e orientada para a realização de missões em toda a AKDN, além de realizar avaliações de QdV. 

Além disso, foi criado um Grupo de Trabalho Técnico de QdV para promover a coordenação e a eficiência na MER em toda a AKDN. O grupo é composto por representantes das agências da AKDN que dispõem dos conhecimentos e da experiência da MER relacionados com os objetivos estratégicos da respetiva agência.

Publicações da Unidade de QdV:

Kanji N., Sherbut G., Fararoon, R., e Hatcher J. 2012. “Melhoria da Qualidade de Vida em Comunidades Montanhosas Remotas: Ir mais além das Abordagens Comerciais na Província de Badakhshan, no Afeganistão”. Investigações e Desenvolvimento nas Montanhas. 32 (3): 353-363. http://www.bioone.org/doi/abs/10.1659/MRD-JOURNAL-D-12-00012.1

Sherbut G. and Kanji, N. 2014. “O tamanho único não serve a todos: escolher métodos para comunicar o desenvolvimento das áreas”. Desenvolvimento na prática. 23(8): 950-962. http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/09614524.2013.841863 

Sherbut, G., Kanji N., and Hatcher J. 2015. “Conjugar o passado com o futuro: desenvolvimento transfronteiriço e qualidade de vida nos Badakhshans”. Inquérito na Ásia Central. 34(2): 255-271. http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/02634937.2014.976948

Estudos de caso apoiados pela Unidade de QdV:

2016_02_uganda_wenreco.png


Estudo de caso da WENRECo

 Estudo de caso da WENRECo

A WENRECo (West Nile Rural Electrification Company, Empresa de Eletrificação Rural do Vale do Nilo), uma parceria público-privada formada em 2003 pelo Fundo Aga Khan para o Desenvolvimento Económico (AKFED), investiu numa central hidroelétrica que fornece eletricidade limpa, fiável e económica no distrito de Arua no Uganda 24 horas por dia. Esta avaliação de impacte, realizada em 2015, mostra os resultados positivos nos principais setores de desenvolvimento económico e social e revela como a vida das pessoas melhorou como resultado deste investimento. 

 

 

 

2014_pamir_energy.png


Estudo de caso PamirEnergy

Estudo de caso PamirEnergy
A PamirEnergy, uma parceria público-privada criada pelo Fundo Aga Khan para o Desenvolvimento Económico (AKFED), começou a exportar energia do Tajiquistão para o Badakhshan afegão em 2008. Este programa inovador e transfronteiriço continua a fornecer eletricidade a um número cada vez maior de comunidades, muitas das quais nunca tiveram acesso a energia fiável e económica. Este relatório fornece um resumo das entrevistas realizadas em 2012 para examinar o impacte do programa energético transfronteiriço da AKDN em vários aspetos da vida das pessoas. As melhorias foram documentadas nas seguintes áreas temáticas: (1) mulheres, volume de trabalho e vida familiar, (2) saúde e cuidados de saúde, (3) desenvolvimento económico, (4) educação e (5) vida comunitária e governo.