Está aqui

Está aqui

  • Uma beneficiária do Banco de Microfinanciamento do HBL originária de Gilguite gere a sua própria quinta.
    AKDN
Fundo Aga Khan para o Desenvolvimento Económico
Um banco com alma: como o HBL está a enriquecer vidas

A despesa do HBL, o maior banco do Paquistão, em causas sociais e de desenvolvimento é a maior de qualquer banco do país. Tem apoiado uma série de projetos e organizações do sector público e privado, com foco no desenvolvimento comunitário, inclusão financeira, saúde e educação.

“Estamos intrinsecamente ligados ao país e à população. Consideramos que uma sociedade civil funcional deve ser baseada no progresso económico e no desenvolvimento social, e que pode trabalhar para mitigar as alterações climáticas”, disse o Sultan Ali Allana, presidente do HBL.

O HBL está comprometido com o desenvolvimento sustentável e a promoção de altos níveis de práticas ambientais, sociais e de administração no sector bancário. Os seus negócios, investimentos e operações são estrategicamente projetados para criar um mundo mais sustentável, equitativo e financeiramente inclusivo, onde a população atual possa dar resposta às suas necessidades sem contrair empréstimos ou esgotar os recursos das gerações futuras.

O Banco acaba de publicar o seu primeiro Relatório de Impacto e Sustentabilidade.

Proteger o ambiente

Tal como outras agências e instituições da AKDN, o HBL tem o objetivo de atingir a neutralidade carbónica até 2030. O banco já não financia projetos que tenham por base o carvão como fonte energética, ou quaisquer indústrias que contribuam para a desflorestação. A sede regional do Banco de Microfinanciamento do HBL em Gilguite, Paquistão, é o primeiro edifício da AKDN com a certificação IFC-EDGE e LEED, e estes padrões estão a ser incorporados noutros edifícios comerciais.

Em 2021, o HBL ganhou o prestigiado Prémio de Excelência Ambiental do Fórum Nacional para o Ambiente & Saúde, associado ao Programa Ambiental da ONU e apoiado pelo Ministério das Alterações Climáticas do Paquistão.

akfed-pakistan-hbl-act_windfarms.jpg

Parque eólico do Grupo ACT, em Jhimpir, Sinde, financiado pelo HBL.
Copyright: 
AKDN

Chegar às populações carenciadas

O HBL oferece um acesso facilitado a serviços financeiros junto das pessoas que não tinham anteriormente acesso a serviços bancários, como os residentes em zonas remotas ou com pouca educação financeira. O HBL considera-se “uma empresa de tecnologia com uma licença bancária” e utiliza ferramentas digitais como o HBL Konnect, que serve 7,1 milhões de clientes em todo o país. O HBL também desenvolve programas e serviços para dar resposta às necessidades financeiras das mulheres.

akfed-pakistan-hbl-konnect_agents.jpg

Agentes HBL Konnect em Rahim Yar Khan, Punjab.
Copyright: 
AKDN

Durante a pandemia da COVID-19, os sistemas digitais do HBL permitiram a colocação em prática do programa Ehsaas de Apoio Financeiro de Emergência, a maior rede de proteção social da história do Paquistão. Mais de 14 milhões de famílias receberam um total acumulado de 175 mil milhões de rúpias paquistanesas [cerca de 800 milhões de euros].

akfed-pakistan-hbl-_powered_ehsas.jpg

Beneficiárias a receberem fundos do Ehsaas em Lahore.
Copyright: 
AKDN

O Banco de Microfinanciamento do HBL oferece produtos que vão desde a agricultura e pecuária a empréstimos empresariais e de habitação, servindo mais de 1,8 milhões de clientes.

Uma iniciativa de financiamento para o desenvolvimento usa o ecossistema “Da-Quinta-para-o-Prato” junto dos agricultores, os quais recebem conselhos, produtos e serviços da parte de agrónomos para ajudá-los a aumentar o rendimento das suas colheitas. A iniciativa ajuda os agricultores a garantir o direito de propriedade dos terrenos e apoia ainda a propriedade de terrenos por parte de mulheres.

O HBL implementou o Programa Nacional de Alfabetização Financeira. Este levou ao aumento da consciencialização financeira de mais de 92 000 beneficiários com baixos rendimentos em todo o Paquistão, 69% dos quais são mulheres.

Contribuir para a Comunidade

A Fundação HBL é a divisão sem fins lucrativos do HBL e leva a cabo a maior parte do trabalho de responsabilidade social corporativa (RSC) do Banco. O Banco atribui 1% dos seus lucros anuais após impostos à Fundação. A Fundação distribuiu 2,7 mil milhões de rúpias paquistanesas [cerca de 12 milhões de euros] por mais de 200 iniciativas e organizações em todo o Paquistão, criando um impacto direto em cerca de 9,5 milhões de vidas. As alocações baseiam-se no mérito, na necessidade e no impacto social e são cuidadosamente avaliadas pela Fundação. A partir de 2023, o HBL irá aumentar o seu financiamento filantrópico para 1,5% dos seus lucros após impostos.

akfed-pakistan-hbl-one_of_257.jpg

Escolas públicas em Punjab, geridas pela The Citizens Foundation, que é financiada pela Fundação HBL.
Copyright: 
AKDN

“Construímos uma equipa forte com origem em diferentes áreas: engenheiros, cientistas sociais, agrónomos e especialistas em tecnologia. Uma base alargada de pessoas que, através da sua experiência, são efetivamente
 os nossos olhos e ouvidos na avaliação das formas como a sociedade está a mudar e que nos ajudam a conceber estratégias baseadas em implicações mais profundas do que apenas financeiras e que irão beneficiar a humanidade e o planeta”, disse Muhammad Aurangzeb, Presidente do HBL.

Para atingir os seus objetivos, o HBL dá destaque:

  • ao financiamento para o desenvolvimento com vista a reforçar toda a economia baseada na agricultura em todo o Paquistão, melhorando a vida dos pequenos agricultores;
  • à utilização sustentável dos recursos para reduzir o seu próprio impacto ambiental;
  • à inclusão financeira através de soluções de base tecnológica;
  • a uma estratégia de RSC que contribua para a saúde, a educação, o desenvolvimento comunitário, a arte, a cultura e o envolvimento do público;
  • a programas inclusivos de formação e aprendizagem em matéria de igualdade de género e diversidade para os trabalhadores do HBL;
  • a investimentos estrategicamente orientados em empresas que contribuam para os objetivos de desenvolvimento social; e
  • a um código de ética que dê o mote para uma conduta adequada e um comportamento ético ao nível das políticas das
     empresas e das interações pessoais.

Leia o relatório para saber mais sobre o modo como o HBL está a trabalhar para melhorar a qualidade de vida no Paquistão.