Está aqui

Está aqui

  • Farrukhsho Fraidonov, Coordenador do Programa de Melhorias na Educação, durante uma sessão de formação para professores no Campus de Naryn da UCA.
    UCA
Universidade da Ásia Central
Programa de Melhorias na Educação

A mais recente iniciativa da Universidade da Ásia Central é o Programa de Melhorias na Educação, que abrange 20 escolas secundárias estatais (do 7.º aos 11.º ano) em cada um dos três Estados Fundadores da Universidade: Tajiquistão, Quirguistão e Cazaquistão. O objetivo passa por melhorar as conquistas académicas dos estudantes e as oportunidades de ingressar em universidades de alta qualidade a nível nacional, regional e internacional, ajudando os jovens a prepararem-se para o mundo do trabalho e a estarem equipados para uma cidadania responsável. Trabalhando no âmbito da estrutura do ministério da educação, oficiais distritais de educação e funcionários da escola, o programa concentra-se nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática (STEM), Tecnologia de Comunicação da Informação (TCI) e Inglês. Destina-se a desenvolver competências como o pensamento crítico, criatividade, colaboração e comunicação, necessárias para uma plena participação na vida económica, social e cultural do século XXI.

Komilbek Mamadnazarbekov, professor de Física do Tajiquistão, participou na primeira fase do programa. “Tenho muitos anos de experiência no ensino de crianças em idade escolar e professores de física, mas com este desenvolvimento profissional adquiri muitas ideias e inovadoras e novos métodos de ensino”, comentou. “Uma das muitas coisas que me impressionou foi a possibilidade de ensinar física através da vida real usando os recursos acessíveis que tornam os professores mais independentes dos recursos externos. Também aprendi a ensinar as crianças a estarem prontas para lidar com problemas da vida real no futuro."

O Programa de Melhorias na Educação, ao facilitar o desenvolvimento profissional de formadores de professores, professores de escolas secundárias e líderes escolares para garantir uma execução eficaz do programa, testa as melhores práticas e inovações que podem ser posteriormente ampliadas. Algumas escolas são selecionadas como 'Escola de Recursos', um centro cuja experiência será partilhada de forma mais alargada com outras escolas, proporcionando um efeito cascata importante, que, com o tempo, deverá ter um impacto muito maior na educação escolar. Ao mesmo tempo, através de pesquisas, monitorizações e avaliações, o programa visa fornecer um modelo que possa ser replicado a nível nacional e regional. Ao fazê-lo, irá contribuir para melhorar a qualidade da educação na Ásia Central e promover o desenvolvimento social e económico da região.

A primeira fase do programa de desenvolvimento profissional abrangeu 64 professores de inglês, matemática, física e química do Tajiquistão, Quirguistão e Cazaquistão, no Campus de Naryn da UCA, em Dezembro de 2018. O curso foi ministrado por membros experientes do corpo docente da Faculdade de Artes e Ciências da UCA e pela equipa do projeto.

Maksim Ghuvasov, professor de química da Escola Lomonosov #5 de Taldykorgan, Cazaquistão, participou na recente ação de formação. "O programa de desenvolvimento profissional foi muito interessante e relevante. Aprendemos acerca do ensino baseado em competências e da aprendizagem baseada em problemas, e praticámos a sua aplicação em sessões específicas para cada disciplina. Consegui perceber a forma como a condução de experiências através de exemplos da vida real pode tornar a aprendizagem mais envolvente e significativa. As nossas sessões foram muito produtivas e cobriram principalmente sessões baseadas na prática, mas também na teoria."

Após esta primeira fase, a equipa do projeto irá continuar a apoiar os professores à medida que estes forem implementando as novas competências que aprenderam.

[Saiba mais sobre a Universidade da Ásia Central]