Está aqui

Está aqui

  • Habib Maiga, empresário e cliente da Première Agence de MicroFinance em Mopti, Mali.
    AKDN
Première Agence de MicroFinance, Mali
A história de Habib Maiga

Vivendo toda a vida com os pais e irmãos na cidade de Bamako-Coura, Habib Maiga, de 42 anos, não queria nada mais do que poder contribuir para o bem-estar da sua família. Habib, proprietário de uma pequena loja, estava determinado a construir o seu negócio para conseguir melhorar as condições de vida da sua família.

Habib foi um dos primeiros clientes da Première Agence de MicroFinance Mali, solicitando um empréstimo quando a PAMF iniciou a atividade em 2006. O primeiro empréstimo de 250 000 francos FCFA em 2006 (370 euros) permitiu-lhe expandir as suas atividades comerciais e diversificar os seus produtos através de compras em dinheiro aos fornecedores. Habib vai agora no seu 11.º empréstimo, no valor de 1 250 000 francos CFA (1850 euros), reforçando ainda mais o seu capital corrente, permitindo-lhe assim investir em mais produtos. Estes investimentos levaram a um aumento nas vendas médias diárias de 75 000 para 175 000 francos FCA por dia (259 euros). Subsequentemente, o rendimento familiar de Habib aumentou cinco vezes para um total de 500 000 francos FCA (740 euros) por mês.

Esta segurança financeira teve um efeito transformador na sua família. Ele investiu na educação dos seus filhos, poupou mais e consegue adquirir alimentos de melhor qualidade. Ele também investiu na sua própria casa, para além de renovar a antiga residência. Para além disso, a sua estabilidade financeira permitiu dar muito apoio à sua família alargada. Quando uma das suas primas perdeu o marido, Habib assumiu a responsabilidade de cuidar dela e dos seus quatro filhos. Ele também contratou três membros da família como funcionários para o seu negócio. Habib também não se esqueceu da sua comunidade, fazendo generosas contribuições aos mais carenciados, apoiando iniciativas na vizinhança, e proporcionando emprego e formação àqueles que se juntam ao seu negócio.

Com a ajuda do PAMF-Mali, Habib conseguiu melhorar a qualidade de vida da sua família e da sua comunidade. Ele aprecia o aumento regular do valor dos empréstimos, a forma como premeiam a sua lealdade e fiabilidade no cumprimento dos empréstimos de acordo com o plano, sem pô-lo em risco ao emprestar-lhe demasiado de uma só vez. Ele vê o PAMF-Mali como uma ferramenta para combater a pobreza no país e em todo o mundo, uma vez que apoia as esperanças e os sonhos de indivíduos marginalizados.

Habib planeia continuar a expandir o seu negócio através da diversificação dos seus produtos e atividades, procurando transformar as suas terras numa quinta agropecuária. Desta forma, ele espera vir a melhorar ainda mais as condições de vida da sua família, dando àqueles que no passado tanto lhe deram.