Está aqui

Está aqui

  • Caminhantes nas Montanhas Pamir alcançam um cume no Vale de Wakhan.
    AKDN / Thomas Lipke
Associação de Turismo Ecocultural de Pamir (PECTA)
As Montanhas Pamir do Tajiquistão: um destino turístico ecológico premiado

O Tajiquistão, um país da Ásia Central sem costa marítima, partilha fronteiras com o Afeganistão a Sul, a China a Leste, o Quirguistão a Norte e o Uzbequistão a Oeste e Noroeste. As montanhas estendem-se por mais de 90% do país. Quer viajemos de iaque, a pé, de moto ou de bicicleta, ou num veículo 4x4, o Tajiquistão vai-se progressivamente revelando um destino de aventura verdadeiramente raro e único. Oferece paisagens deslumbrantes para os caminhantes e picos que sobem acima dos 7.000 metros.

A Associação de Turismo Ecocultural de Pamir (PECTA) foi criada em 2008 com o apoio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento das Sociedades de Montanha (MSDSP), um projeto da Fundação Aga Khan. O objetivo é ajudar a mitigar a pobreza de uma forma que não seja apenas eficaz, mas também sustentável. Isto está a ser feito através da promoção da região como um novo destino turístico. Também está a apoiar a população local das aldeias remotas montanhosas do Oblast Autónomo de Gorno-Badakhshan (GBAO), ajudando-as a desenvolver conjuntos de competências importantes para o sector do turismo. Atualmente, a PECTA tem 22 membros: 14 operadores turísticos e 8 prestadores de serviços. Para além disso, a PECTA está a trabalhar com outros operadores turísticos, prestadores de serviços, proprietários de casas para arrendar, motoristas, guias, porteiros e outros sectores relevantes no GBAO. Das mais de 150 casas para arrendar a operar atualmente no GBAO, cerca de 90% pertencem a mulheres, que com este novo tipo de negócio estão a gerar rendimentos adicionais para as suas famílias.

A PECTA está a trabalhar com uma vasta fatia da população local, incluindo: jovens universitários com planos de iniciar novos negócios no sector do turismo; mães solteiras que gerem casas para arrendar e pensões; e pessoas de áreas remotas e carenciadas que trabalham como porteiros, guias, operadores turísticos, tradutores, entre outros.

Para além da promoção do destino e do desenvolvimento de produtos, a PECTA trabalha para preservar o património histórico das Pamir, incluindo a proteção dos recursos naturais: o apoio ao Parque Nacional do Tajiquistão - um património natural da UNESCO - está entre as suas iniciativas de proteção dos recursos naturais.

As Montanhas Pamir do Tajiquistão conquistaram o 1.º lugar na categoria Melhores da Ásia-Pacífico nos Prémios ITB Berlin dos 100 Melhores Destinos Sustentáveis 2018. Nos Prémios ITB Berlin de 2019, o destino ficou em 3.º lugar na mesma categoria. O reconhecimento por parte deste prestigioso prémio foi essencial para ajudar as Montanhas Pamir a alcançar o desenvolvimento sustentável do turismo e uma cobertura do mercado global. A vinda de mais turistas ao Tajiquistão não irá apenas melhorar a vida das populações locais que trabalham nesta esfera, como irá também desenvolver a situação económica global do país.

Para mais fotos, veja esta galeria.

Recentemente na AKDN

Em destaque
30 Novembro 2020
Ver
23 Novembro 2020
Ver
26 Novembro 2020
Ver