Está aqui

Está aqui

  • Mahassen Mehallel Ahmed Mahmoud, empresária e cliente da First MicroFinance Foundation na filial de Edfu, no Egito.
    AKDN
First MicroFinance Foundation, Egito
A história de Mahassen Mehallel Ahmed Mahmoud

Mahassen Mehallel Ahmed Mahmoud, de 37 anos, mora na pequena aldeia de El Khodrab, na região de Edfu, na província de Assuão, no sul do Egito. Ainda que historicamente relevantes, a pobreza atingiu as aldeias mais remotas de Edfu, sendo que o clima do deserto apresenta muitos desafios à estabilidade económica dos seus habitantes.

Perante este cenário, quando o seu marido perdeu o emprego, Mahassen ficou sem saber como sustentar os seus quatro filhos. Quando conheceu a First MicroFinance Foundation Egypt através de um dos seus agentes de crédito, Mahassen viu uma oportunidade de melhorar o seu rendimento e sustentar a sua família, e apresentou uma ideia para montar uma pequena empresa. O seu plano foi aceite e recebeu um empréstimo de 2000 libras egípcias (92 dólares) em 2008. Com este dinheiro, Mahassen comprou cordeiros para criar e vender.

Com o passar do tempo, com sete empréstimos cada um maior do que o anterior, Mahassen foi fazendo crescer progressivamente o seu negócio. Começou a produzir e vender produtos alimentares e a costurar roupa. À medida que o seu negócio foi prosperando, Mahassen contraiu um empréstimo de 20 000 libras egípcias (921 euros) e montou a sua pequena quinta e adquiriu dois barcos comerciais usados para facilitar a travessia dos rios. Hoje, tem quatro homens a trabalhar para ela, a manobrar os barcos.

Através do seu negócio próspero, Mahassen conseguiu aumentar o seu rendimento mensal para um valor entre 5000 e 7000 libras egípcias (230 - 323 euros) por mês, em relação às 100 - 200 libras egípcias (5 a 10 euros) com que o seu pai a ajudava. Entretanto, o marido também arranjou emprego numa fábrica de açúcar local. Juntos, conseguiram melhorar a sua qualidade de vida, garantir que as necessidades dos filhos eram satisfeitas e passar de uma pequena casa de barro para uma casa maior de tijolo. A sua autossuficiência e independência financeira deram a Mahassen a oportunidade de proteger a família e contribuir para a sua comunidade, apoiando financeiramente vários dos seus vizinhos.

Enquanto termina a decoração do interior da sua nova casa, Mahassen já está a poupar para um carro que a apoie nos seus negócios. A longo prazo, Mahassen espera expandir a sua quinta e alcançar a sustentabilidade financeira.