Está aqui

Está aqui

  • O restauro da Mesquita de Mopti no Mali, concluído em 2006, foi acompanhado de um programa de renovação urbana, que visa melhorar as condições de vida dos residentes locais.
    AKDN / Lucas Cuervo Moura
Fundo Aga Khan para a Cultura
Cidades históricas: fomentar a cultura para reduzir a pobreza

A renovação de edifícios históricos e espaços públicos não só restitui a esperança aos bairros empobrecidos, mas serve também de estímulo socioeconómico. Após a conclusão do restauro da Grande Mesquita de Mopti em 2006, o Fundo Aga Khan para a Cultura (AKTC) implementou um programa de renovação urbana que visava melhorar o nível de vida dos habitantes da área de Komoguel. Criar infraestruturas de água e saneamento mais seguras foi essencial para terem melhores condições de vida. 

Foram instalados vários pontos de água públicos para aumentar o acesso a água potável. Foi construído um sistema de esgotos subterrâneo com ligação a residências individuais na área, assim como uma instalação de tratamento para águas residuais. Foram pavimentados 4000 metros quadrados de estrada com tijolos fabricados a nível local, de sacos de polietileno reciclados e areia. Foi também construído um sistema de recolha de resíduos sólidos.

aktc-egypt-43324_r.jpg


Parque Al-Azhar no Cairo, Egito: um aterro de 500 anos transformado num oásis verde para dezenas de milhões de residentes urbanos.
Copyright: 
AKDN / Christian Richters

Mopti é um bom exemplo das localidades nas quais opera o AKTC: Cabul, Cairo e Deli, para referir apenas alguns. Em cada uma destas cidades históricas, o Fundo envidou esforços para criar um número importante de atividades que se concentram não apenas no restauro de monumentos, mas também na criação de espaços públicos, melhoria do sistema hídrico e saneamento, iniciativas relacionadas com educação e saúde e microfinança. No Cairo, a criação do AKTC do Parque de Azhar de 30 hectares, um aterro de 500 anos transformado num oásis verde para dezenas de milhões de habitantes urbanos, catalisou um projeto de renovação urbana mais abrangente no bairro vizinho de Al-Darb al-Ahmar. Além da conservação de monumentos históricos e da escavação de uma estação arqueológica, o projeto deu formação e empregou artesãos locais, forneceu formação vocacional a jovens, reabilitou e construiu casas, pavimentou 5500 metros quadrados de ruas e instalou mais de 3 quilómetros de sistemas de esgotos subterrâneos para garantir condições sanitárias mais seguras e melhor saúde. 

"As obras de renovação das mesquitas estão a expandir-se para os bairros vizinhos para incluir todas as habitações que rodeiam os minaretes. O resultado do esforço para restaurar as mesquitas para melhorar a qualidade de vida da pessoas que seguem o mesmo ritmo do que elas é muito simbólico!"
-- Sua Alteza discursa na cerimónia de inauguração da Grande Mesquita de Mopti, em Mopti, no Mali, 24 de abril de 2008.