Está aqui

Está aqui

  • Khorog, GBAO, Tajiquistão. Com a colaboração de voluntários como Dilshodbegim Khisravova, a AKAH trabalha com comunidades de montanha em todo o Tajiquistão, prestando apoio na preparação e resposta a desastres; protegendo e providenciando infraestruturas importantes e serviços essenciais; e trabalhando com as comunidades no planeamento das suas aldeias e cidades.
    AKAH Tajikistan
Voluntária de resposta a emergências da AKAH nomeada a primeira Jovem Embaixadora da Boa Vontade pela Mountain Partnership

Khorog, Tajiquistão, 10 de Dezembro de 2021 – Num evento virtual global organizado pela FAO para comemorar o Dia Internacional da Montanha, Dilshodbegim Khisravova – uma das voluntárias de resposta a emergências da Agência Aga Khan para o Habitat (AKAH) no Oblast Autónomo de Gorno-Badakhshan (GBAO), no Tajiquistão – foi nomeada a primeira Jovem Embaixadora da Boa Vontade pela Mountain Partnership.

Khisravova tem 21 anos e é natural das Montanhas Pamir, e tem sido uma defensora das comunidades de montanha desde muito jovem. Ela lidera uma equipa comunitária de resposta a emergências a nível local, composta inteiramente por voluntários, no GBAO, e está empenhada em proteger as montanhas e a vida nas montanhas e a incentivar as mulheres a manifestarem-se e a serem líderes. Falámos com Dilshodbegim Khisravova sobre o seu trabalho, o seu novo cargo de Embaixadora da Boa Vontade e a sua mensagem para os outros jovens.

akah-tajikistan-dilshodbegim_khusravova.jpg

Dilsodbegim Khisravova, Líder da Equipa Comunitária de Resposta a Emergências (CERT) da AKAH e Jovem Embaixadora da Boa Vontade da Mountain Partnership.
Copyright: 
AKAH Tajikistan

Que significam para ti as montanhas? Porque é importante protegê-las?

Eu nasci e cresci na minha cidade natal de Khorog, cercada pelas Montanhas Pamir. Viver nas Pamir significa respirar o ar mais puro, comer as frutas mais saborosas e disfrutar de uma natureza excecionalmente bela. Embora as altas montanhas possuam essa natureza excecionalmente bela, as severas condições climatéricas atuais representam uma ameaça para a população das Pamir. Podem aumentar a intensidade dos desastres naturais e dos desastres causados pelo Homem. Em muitos casos, as aldeias ficam isoladas das vias de comunicação durante muito tempo após este tipo de desastres, ficando dependentes apenas de si mesmas e das comunidades vizinhas. E é por isso que temos de cuidar da Mãe Natureza e das montanhas. Elas são importantes.

Enquanto voluntários, podemos reforçar a capacidade da nossa comunidade de enfrentar de forma mais capaz os impactos dos desastres e outras emergências. Obrigado à AKAH e ao Governo por tomarem medidas inéditas no sentido de nos formarem e equiparem com os recursos necessários.

Que te inspirou a ser voluntária?

Quando andava na escola, reparei num grupo vestido com os coletes das Equipas Comunitárias de Resposta a Emergências (CERT) a ajudarem a comunidade em limpezas e outras atividades. Não havia nenhuma rapariga no grupo, mas eu queria ser tão corajosa quanto os rapazes. Então juntei-me a eles e tornei-me inicialmente líder de uma equipa, depois líder distrital e mais tarde de toda a equipa das CERT.

O equilíbrio entre géneros deve estar presente em todo o lado. Foi essa a razão pela qual me juntei à equipa das CERT. Mas fico bastante triste quando vejo a dificuldade que as mulheres têm em defender os seus direitos fundamentais, em todo o mundo, mas principalmente em alguns países vizinhos. Por isso, estou a tentar manter a igualdade de género e o equilíbrio de género também aqui nas nossas equipas.

Quais as tuas funções enquanto voluntária das CERT?

Para além de seremos voluntários, temos as nossas próprias vidas, com a escola, o trabalho e o convívio com os amigos. Mas em caso de emergência, sempre que existe necessidade, podemos mobilizar-nos rapidamente e prestar os primeiros socorros antes da chegada dos profissionais. Além disso, realizamos todos os anos uma sessão de formação profissional de CERT de dois dias, organizada pela AKAH, para melhorar os nossos conhecimentos.

akah-tajikistan-photo_3.jpg

Dilsodbegim Khisravova e a sua equipa praticam a retirada de pessoas durante um simulacro. As CERT são parte integrante do programa comunitário de redução do risco de desastres e desenvolvimento de montanhas da AKAH, que abrange mais de 800 comunidades de montanha no Tajiquistão.
Copyright: 
AKAH Tajikistan

A Mountain Partnership nomeia personalidades conhecidas para serem defensoras da causa do desenvolvimento sustentável das montanhas. Que significa para ti seres a primeira a ser nomeada Jovem Embaixadora da Boa Vontade?

Nem sei bem o que isso significa. Mas quando as pessoas começaram a dar-me os parabéns, apercebi-me de que era algo muito importante e sério, e fui pesquisar no Google. Descobri que apenas podiam ser nomeadas celebridades e influenciadores famosos. E isso é uma grande responsabilidade para mim. Estou muito orgulhosa por nós os voluntários estarmos a ser reconhecidos pela comunidade internacional. Sem os outros 5000 voluntários, nunca teria conseguido esta nomeação. Somos todos merecedores desta distinção e cada um dos membros da nossa equipa CERT pode considerar-se um Embaixador da Boa Vontade.

Que mensagem queres deixar aos outros rapazes e raparigas?

Há muitas raparigas que acham que o voluntariado não é para elas; elas têm medo de se fazer ouvir. Mas a CERT é uma plataforma onde as vozes delas podem ser ouvidas. Por isso, não tenham medo. Levantem-se e procurem a mudança!

Para mais informações, por favor, contacte:

Trushna Torche através do e-mail trushna.torche@akdn.org