Está aqui

Está aqui

  • Da esquerda para a direita: Sr. Irfan Khan, Diretor-geral da AKUH, os professores Rodney Adam; William Macharia; Bob Armstrong e Marleen Temmerman com a equipa de investigação.
    AKDN
A Universidade Aga Khan criou o Centro de Investigação de Mombaça para melhorar a educação e a saúde

Mombaça, Quénia, 15 de março de 2017. A Universidade Aga Khan (AKU) criou um centro de investigação em Mombaça para melhorar a saúde e a educação na região, ao trabalhar em estreita parceria com o governo local para definir áreas de prioridade de focagem.

O centro de investigação vai ajudar a lidar com muitos dos desafios relacionados com saúde que resultaram numa elevada morbilidade e mortalidade causadas por doenças preveníveis na região.

Uma dessas iniciativas de investigação é o Acesso a Cuidados de Qualidade através do Ampliação e Reforço de Sistemas de Saúde, um projeto de 7,5 milhões de dólares (750 milhões de xelins) liderado pelo Professor Marleen Temmerman, Diretor do Centro de Excelência de Saúde Materna e Infantil na AKU na África Oriental, em colaboração com governos distritais, a Fundação Aga Khan e os Serviços Aga Khan para a Saúde. A iniciativa AQCESS visa acelerar as melhorias em termos de resultados sanitários para mais de 130 000 mulheres, raparigas e rapazes com menos de cinco anos nos sub condados de Kaloleni, Bomachoge e Borabu do distrito de Kilifi, Província Costeira e Conselho de Kisii, província de Nyanza, respetivamente.

“A AKU considera a investigação e os dados como um meio para obter soluções para resolver os desafios colocados pelos problemas de cuidados de saúde e, fundamentalmente, melhorar a sociedade. A Universidade tem um mandato não apenas para ensinar, dar formação e oferecer serviços de cuidados de saúde, mas também para realizar tudo isto com base na investigação como elemento central da prática diária. Esse é o objetivo deste centro”, afirmou o Professor Robert Armstrong, Reitor da Faculdade de Medicina durante o lançamento deste centro.

O Professor William Macharia, Reitor Adjunto de Investigação, procura também melhorar as operações da Universidade na região costeira e facilitar a investigação conjunta.

“O centro vai realizar investigação que contribui para o conjunto global de conhecimentos e que melhora a política pública para ajudar as comunidades e da população nas suas necessidades reais”, acrescentou.

Prevê-se que o escritório irá atrair investimento para projetos, o que irá resultar numa mudança de comportamento positiva e melhorar a qualidade de vida das pessoas na região. Irá também fornecer uma plataforma para funcionamento em rede entre vários parceiros que participam em iniciativas de desenvolvimento na região costeira.

Os principais beneficiários vão ser as comunidades locais que irão beneficiar dos vários programas e projetos de investigação implementados pela Universidade e pelos governos distritais, cujos esforços serão suplementados pelos programas.

O lançamento contou com a presença de funcionários dos governos distritais de Mombaça, Kilifi e Kwale, da AKU e representantes da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento, em Mombaça.

A AKU e outras agências da AKDN trabalharam em parceria com os governos distritais e vários intervenientes durante vários anos, através da implementação de programas que visam melhorar os níveis de educação e a saúde das famílias e comunidades.

 

Contacto com os meios de comunicação   

Victoria Nyamunga, Diretora de Comunicação Regional da África Oriental
Universidade Aga Khan Sede geral, tel.:+(254) 20-366-1200

Número de telefone direto:+(254) 20-366-2515; Número de telemóvel de trabalho:+(254) 733-877-724

E-mail: victoria.nyamunga@aku.edu ; Skype: victoria.nyamunga; Website: www.aku.edu

 

Acerca da Universidade Aga Khan

Fundada em 1983, a Universidade Aga Khan é uma universidade privada e autónoma que promove o bem-estar humano através da investigação, ensino e iniciativas de serviço comunitário. Com base nos princípios da qualidade, acesso, impacte e importância, a Universidade tem campus e cursos no Afeganistão, Paquistão, Quénia, Reino Unido, Tanzânia e Uganda. As suas instalações incluem hospitais universitários, Faculdades de Ciências da Saúde com Escolas de Enfermagem e Obstetrícia e faculdades médicas, Institutos para o Desenvolvimento Educativo, uma Comissão de exames e um Instituto para o Estudo de Civilizações Muçulmanas. Uma Escola de Pós-graduação de Média e Comunicações, um Instituto da África Oriental e um Instituto para o Desenvolvimento Humano estão a ser criados, enquanto que as Faculdades de Artes e Ciências estão a ser construídas no Paquistão e na África Oriental. Através da sua política de admissão de necessidades, a Universidade incute aos líderes mais promissores e pensadores de amanhã uma ética de serviço e as capacidades para ajudar as comunidades a resolver os problemas mais prementes.

A Universidade Aga Khan é uma das nove agências da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento, um grupo de agências de desenvolvimento privado, com mandatos que vão da saúde e a educação à arquitetura, cultura, microfinança, desenvolvimento rural, redução de catástrofes, promoção da iniciativa privada e a revitalização de cidades históricas. www.aku.edu<http://www.aku.edu/>