Está aqui

Está aqui

  • Dr Almazbek Beishenaliev, Minister of Education and Science of the Kyrgyz Republic, addressing UCA graduands in Naryn.
    UCA
Turma de 2022 da UCA celebra licenciatura

Ásia Central, 22 de Junho de 2022 – No passado sábado, entre as majestosas montanhas Pamir e Tien Shan, as cerimónias de graduação nos dois polos da UCA em Naryn, no Quirguistão, e Khorog, no Tajiquistão, reuniram pais, professores e convidados ilustres que vieram para felicitar os alunos pelos seus êxitos académicos e perspetivas de sucesso.

O evento começou com uma sonora salva de palmas no momento em que os alunos – orgulhosamente exibindo os seus trajes adornados com uma combinação criativa de motivos evocativos das ricas tradições culturais da Ásia Central – tomaram os seus lugares antes da entrega dos diplomas.

Em nome do Chanceler, Sua Alteza o Aga Khan, a Princesa Zahra Aga Khan, que é também membro do conselho de administração da UCA, transmitiu uma mensagem especial de felicitações. Destacou igualmente os desafios globais relacionados com as alterações climáticas, cujas soluções e medidas adaptativas devem ser identificadas e implementadas a nível local.

“A razão pela qual a UCA ensina Ciências da Terra e do Ambiente deve-se ao facto de as alterações climáticas irem afetar a Ásia Central, assim como o resto do planeta. Irá forçar mudanças nas formas como cultivam e distribuem alimentos; na vossa abordagem em relação aos recursos; e no modo como irão construir casas no futuro. Irá criar também uma série de novos empregos e carreiras que serão essenciais nas próximas décadas.

Mais importante ainda, vocês, os estudantes de hoje, serão os cientistas de amanhã. Aqueles que poderão modelar e prever desastres naturais, prever mudanças futuras no clima, e o efeito que estas terão nos humanos no próximo século ou mais. Haverá muita procura por estes cientistas em várias carreiras, desde a biologia, geologia e geografia, à física e química, porque todos estas áreas irão evoluir com as alterações climáticas, e as opções de carreira serão variadas e muito importantes.”

Enquanto convidado principal da cerimónia em Naryn, o Ministro da Educação e Ciência da República do Quirguistão, Dr. Almazbek Beishenaliev, elogiou os esforços da UCA no incentivo à investigação importante para as necessidades e desafios da região: “Estou confiante de que os alunos finalistas da UCA irão dar uma contribuição significativa não apenas para o desenvolvimento do Quirguistão, mas de toda a região da Ásia Central.” O Ministro foi um dos vários convidados ilustres que discursaram na cerimónia.

O Dr. Shamsh Kassim-Lakha, Presidente do Conselho de Administração da UCA, destacou o papel significativo que as competências interpessoais desempenham no sucesso profissional: “A educação que vocês receberam foi projetada para incutir em vocês uma mentalidade pluralista que ajude a unificar culturas e nacionalidades, preparar-vos para uma cidadania responsável, assim como para uma administração ética e esclarecida; e levar-vos a pensar de forma lógica e crítica. Em suma, vocês receberam recursos que vão ajudar-vos a tornarem-se líderes em qualquer que seja a carreira que escolham.”

O Dr. Sohail Naqvi, Reitor da UCA, prestou a sua homenagem aos alunos e aos pais, e referiu que, mantendo-se fiéis à visão do Chanceler, os alunos esforçaram-se por compreender as necessidades e os desafios das comunidades rurais e a forma de traçar um caminho para o seu desenvolvimento.

O Sr. Alisher Mirzonabot, Governador da Província de Gorno-Badakhshan, no Tajiquistão, destacou o alto nível de educação que a UCA oferece aos seus alunos e a importância da educação continuada.

Falando acerca da relação produtiva entre o Oblast de Naryn e a UCA, o governador Sabyrkul Ashimbaev valorizou alguns dos projetos relevantes em curso, como o plano diretor de Naryn e o projeto Cidade Inteligente, e o financiamento do governo suíço para tornar a região mais resiliente e sustentável.

Sumaino Shakarbekova, oradora representante da turma de 2022, expressou a sua gratidão a Sua Alteza o Aga Khan, assim como à administração da universidade e aos professores pela oportunidade de receber uma educação de classe mundial. Partilhou a sua história de uma menina que cresceu no remoto distrito do GBAO de Ishkashim, onde as raparigas não se atrevem a sonhar alto. Mas contra as expetativas, Sumaino sonhou alto e conseguiu algo que ninguém na sua aldeia logrou atingir.