Está aqui

Está aqui

  • Um total de 68 licenciados receberam os seus certificados e diplomas em várias disciplinas
    AKU / Julian Manjahi
  • A AKU já entregou mais de 1200 certificados e diplomas no Quénia e mais de 3000 na África Oriental.
    AKU / Julian Manjahi
  • Lilian Lukoko, da Faculdade de Medicina, profere o discurso de despedida na cerimónia de entrega de diplomas da AKU de 2019, em Nairobi.
    AKU / Julian Manjahi
  • A Secretária de Estado da Educação do Quénia, Dra. Amina Mohamed, a discursar durante a cerimónia de entrega de diplomas da AKU, em Nairobi, no Quénia.
    AKU / Julian Manjahi
  • Os licenciados a prepararem-se para a cerimónia de entrega de diplomas da AKU, em Nairobi, no Quénia.
    AKU / Julian Manjahi
Secretária de Estado da Educação reclama mais cursos de STEM

Os melhores professores do Quénia distinguidos na cerimónia de entrega de diplomas da AKU.

Nairobi, Quénia, 13 de Fevereiro de 2019 -A Secretária de Estado da Educação, a Exma. Dra. Amina Mohamed desafiou as instituições académicas a aumentar a sua oferta de cursos de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM).

Durante o seu discurso na 15.ª cerimónia de entrega de diplomas na Universidade Aga Khan (AKU), a Dra. Mohamed disse que isso irá ajudar a diminuir o problema do desemprego, ao equipar os alunos com competências práticas que podem ser úteis para o empreendedorismo.

“Temos de promover um sistema de educação que se concentre no indivíduo e o prepare de forma adequada para o mercado de trabalho, mas também que o incentive a prosseguir uma aprendizagem ao longo da vida”, disse a Dra. Mohamed, “estes cursos irão produzir as competências que precisamos para tornar o nosso país um novo industrializado e de classe média.”

Um total de 68 licenciados receberam o seu diploma em várias disciplinas: 13 licenciados com um diploma em Enfermagem Oncológica, 24 com um Bacharelato em Enfermagem, 18 com um Mestrado em Medicina e 13 com um Mestrado em Educação. 

A AKU já entregou mais de 1.200 certificados e diplomas no Quénia e mais de 3.000 na África Oriental. Os programas de desenvolvimento profissional da Universidade dotaram outros 900 educadores quenianos de novas estratégias para melhorar o ensino e a aprendizagem, beneficiando assim mais de 67.000 estudantes. 

A Universidade e as suas agências parceiras da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento também estão a trabalhar com unidades de saúde do governo para melhorar a saúde de 135.000 mulheres e crianças dos condados de Kilifi e Kisii. 

"Estamos a contribuir para um grande estudo internacional destinado a determinar porque morrem todos os anos mais de um milhão de mulheres e crianças em África devido a várias complicações durante a gravidez", disse o presidente da AKU, Firoz Rasul, “ao mesmo tempo que estamos a desenvolver capacidades e a gerar novos conhecimentos, a nossa rede de saúde está a crescer e a evoluir para dar resposta às necessidades em constante mudança do povo queniano."

Foram também distinguidos dois professores ex-alunos da AKU com o prémio de Liderança para a Educação pela Universidade Aga Khan. O Dr. Anthony Maina Gioko, vice-reitor para o Desenvolvimento e Assistência Profissional na Academia Aga Khan em Mombaça, e Elijah Ogoti, professor na Escola Santa Teresa de Raparigas de Tartar no Condado de Pokot Ocidental, foram reconhecidos pela sua extraordinária liderança no campo do ensino. Ambos são licenciados do Instituto de Desenvolvimento Educacional da AKU. 

"Estamos extremamente orgulhosos de que estes dois diplomados da AKU sejam reconhecidos a nível nacional e internacional como uns dos melhores na sua área", disse o Presidente Rasul. "Eles são a prova inequívoca de que os nossos ex-alunos são 'uma luz poderosa' - expressão utilizada há três décadas pelo nosso Reitor, Sua Alteza o Aga Khan, para descrevê-los."

"Peço aos meus colegas que se tornem professores de aprendizagem", disse o Dr. Gioko, "porque cada momento de ensino é um momento de aprendizagem."

A cerimónia de entrega de diplomas contou com a participação dos alunos licenciados e da sua família, professores e funcionários.

Para questões de imprensa:

Carol Oyola

Gestora de Comunicações para a África Oriental

Universidade Aga Khan

Telemóvel: +254 733 960024

Email:carol.oyola@aku.edu

 

 

NOTA:

Universidade Aga Khan (AKU) é uma instituição pioneira de ensino superior, cuja missão é melhorar a qualidade de vida no mundo em desenvolvimento e não só, através do ensino, investigação e prestação de cuidados de saúde de classe mundial. A Universidade forma estudantes para serem líderes locais e globais em polos e hospitais universitários em seis países, principalmente na Ásia e em África. A AKU gera novos conhecimentos para resolver problemas que afetam milhões de pessoas, especialmente as mais vulneráveis. A universidade alcança referenciais internacionais de qualidade e eleva os padrões e aspirações dos países em que trabalha. A AKU, em parceria com governos e organizações do sector privado, trabalha para construir um mundo que valorize o pluralismo, estimule as iniciativas da sociedade civil e dê oportunidades a todos. A Universidade é uma instituição privada, sem fins lucrativos, e uma agência da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento. www.aku.edu