Está aqui

Está aqui

  • 93 diplomados receberam os diplomas e certificados em várias disciplinas na 16.ª cerimónia de entrega de diplomas da Universidade Aga Khan em Nairobi, Quénia.
    AKU
  • "Here in Nairobi, we are launching three new master’s degrees, in nursing, midwifery, and media leadership and innovation. We are establishing a Centre for Cancer Research to develop treatments specifically for East Africa’s population, and will soon commence the construction of a Children’s Specialty Hospital to provide advanced paediatric care. Across the street, construction is underway on the twin towers of our University Centre, which will provide cutting-edge learning and research spaces for our students and faculty." said AKU President Firoz Rasul.
    AKU
  • "To you graduands, no effort has been spared in ensuring that you achieve the success you celebrate today. Always remember that true growth is as a result of hard work, dedication and focus. You’re entering into a world that is not only ready for you, but also testing for your creative solutions and service as professional givers of healthcare, education of skills and journalistic ethos. May you bring reason and hope to all of whom you touch in your professional and personal lives. May you find your future endeavours deeply rewarding." said Chief Guest Dr. Rashid Aman.
    AKU
  • Faith Oneya, Mestre em Jornalismo Digital, discursa durante a cerimónia de entrega de diplomas em Nairobi, Quénia.
    AKU
  • Diplomas do Mestrado em Jornalismo Digital da AKU, Turma de 2019.
    AKU
Os primeiros jornalistas digitais formados no Quénia receberam os seus diplomas

O Mestrado em Jornalismo Digital da AKU é o primeiro na África Oriental

Nairobi, Quénia, 12 de Fevereiro de 2020 - Dez jornalistas receberam o seu diploma de mestrado em jornalismo digital, o primeiro programa deste género no Quénia e na África Oriental, durante a 16.ª entrega de diplomas da Universidade Aga Khan no Quénia. 

Um total de 93 estudantes receberam diplomas e certificados em enfermagem oncológica, enfermagem, medicina, educação e jornalismo digital na cerimónia de entrega de diplomas de quarta-feira.

No seu discurso de abertura na cerimónia em Nairobi, o presidente da AKU, Firoz Rasul, disse que a Universidade está a evoluir para corresponder às exigências de um mundo em mudança e cumprir a sua missão de melhorar a qualidade de vida em África.

“Até à data, a AKU já formou mais de 1.500 quenianos. De Mombaça a Turkana e Nairobi, todos estão a liderar esta mudança enquanto educadores, médicos, empresários, advogados, funcionários públicos e decisores políticos. E a partir de agora, com a concessão dos nossos primeiros diplomas do mestrado em jornalismo digital, irão também deixar a sua marca no sector dos média”, disse o Sr. Rasul. 

A falar sobre o impacto do seu diploma, Julian Kamau, editora de jornalismo cidadão no Standard Group, disse: “Este curso ajudou-me a abrir a mente para as diferentes possibilidades dos meios de comunicação. Utilizei as diferentes competências adquiridas durante a formação e pretendo pôr em prática aquilo que aprendi.” 

Outro diplomado, Kenneth Kipruto, editor de notícias do jornal Standard, acrescentou: “Como editor de um jornal, já não penso apenas nas histórias como algo para a edição imprensa, mas também para o site. Posso dizer com orgulho que, graças a este curso, sou capaz de fazer uma peça para a TV e para a rádio.”

A Universidade Aga Khan introduziu recentemente três novos mestrados em enfermagem, obstetrícia e liderança e inovação nos média no seu polo universitário no Quénia. Está igualmente a criar um Centro de Investigação Oncológica para desenvolver tratamentos especificamente para a população da África Oriental, e irá em breve iniciar a construção de um Hospital Pediátrico Especializado em Nairobi para prestar cuidados pediátricos avançados. Está em andamento a construção de um Centro Universitário de Nairobi que irá providenciar espaços de aprendizagem e investigação de última geração para estudantes e professores.

No seu discurso, o convidado principal, Dr. Rashid Aman, secretário de estado do Ministério da Saúde do Quénia, aplaudiu a AKU por ser uma instituição de referência no ensino superior e na prestação de serviços de saúde no Quénia.

“A sua expansão dos serviços de imagiologia molecular e oncologia no passado recente é de particular importância para o governo, na medida em que permitem aumentar o acesso a cuidados de saúde especializados nesta região, tornando o Quénia um centro de turismo médico, em linha com a visão do país para 2030”, disse o Dr. Aman.

Um total de 93 diplomados receberam os diplomas e certificados em várias disciplinas: 12 licenciados em Enfermagem Oncológica, 28 com um Bacharelato em Enfermagem, 26 com Mestrado em Medicina, 17 com Mestrado em Educação e 10 com Mestrado em Jornalismo Digital.