Está aqui

Está aqui

  • Badakhshan Ensemble.
    AKDN / Sebastian Schutyser
O Badakhshan Ensemble irá apresentar-se numa série de espetáculos e eventos de educação artística durante uma digressão de um mês pela Alemanha em maio de 2017

2 de maio de 2017- A Iniciativa Aga Khan para a Música e a Klangkosmos, uma rede de 20 organizações culturais locais na região industrial da Renânia do Norte-Vestefália, na Alemanha, unem forças para coapresentar uma série de espetáculos e atividades educacionais do Badakhshan Ensemble, grupo originário do país da Ásia Central do Tajiquistão. A digressão, entre os dias 3 e 19 de maio, irá visitar 12 cidades no oeste da Alemanha, incluindo Düsseldorf, Siegen, Bona e Wuppertal, para além da cidade holandesa de Leiden e da capital belga, Bruxelas. Os espetáculos, workshops e masterclasses serão realizados em clubes de jazz, escolas, centros comunitários e salas de concertos com o objetivo de introduzir diversos públicos aos ritmos, melodias e instrumentos tradicionais da região de Badakhshan, no Tajiquistão.

Badakhshan - poeticamente conhecido em persa como Bam-i Jahan, o “Telhado do Mundo” -, abrange a pouco povoada metade leste do Tajiquistão e nordeste do Afeganistão, onde as montanhas Pamir atingem alturas ligeiramente inferiores às dos Himalaias.

aktc-akmi-badakhshan_ensemble_sebastian_schutyser_4.jpg


Soheba Davlatshoeva - Badakhshan Ensemble.
Copyright: 
AKDN / Sebastian Schutyser

O Badakhshan Ensemble nasceu do desejo da vocalista Soheba Davlatshoeva de partilhar a música, canções e danças tradicionais da sua região natal com um público mais vasto. A música "badakhshani" mantém uma forte identidade regional, e inclui uma rica variedade de géneros instrumentais e vocais cujas letras se baseiam nos versos inspirados no sufismo dos grandes poetas místicos Rumi e Hafez, assim como numa tradição local de poesia mística. Muitos, se não a maioria, dos badakhshani são muçulmanos xiitas ismailis, e as práticas e crenças ismaelitas têm tido uma forte influência na cultura expressiva da região das Montanhas Pamir, zona em que as comunidades ismailis existem há quase um milénio. Os espetáculos do ensemble destacam-se pelas vozes penetrantes de estilo falake pelaslongas canções espirituais, chamadas maddoh, aliadas a ritmos assimétricos de transe que inspiram a música badakhshani e despertam o seu poder espiritual.

Calendário completo dos espetáculos e eventos educacionais do Badakhshan Ensemble:

3 de maio

20h30

Dusseldorf

Clube de Jazz

concerto

4 de maio

18h30

Gutersloh

Teatro Gütersloh

concerto

5 de maio

20h15

Bruxelas

Teatro Molière

concerto

6 de maio

19h00

Siegen

Centro Kronchen

concerto

7 de maio

19h30

Herne

Evangelische Christuskirche Wanne-Mitte

concerto

8 de maio

10h00

Herne

Grundschule Pantrings Hof

workshop

9 de maio

10h00

Dortmund

Grundschule Kleine Kielstrasse

workshop

10 de maio

18h00

Koln

Domforum

concerto

11 de maio

10h00

Dortmund

Elisabeth Grundschule

workshop

13 de maio

21h00

Leiden

QBUS Muziekhuis

concerto

14 de maio

20h00

Bona

Kulturzentrum Brotfabrik

concerto

15 de maio

20h00

Bergkamen

Trauzimmer Marina Rünthe

concert

16 de maio

18h00

Hamm

Lutherkirche

concert

17 de maio

10h00

Bochum

Gräfin Imma Schule

workshop

18 de maio

10h30

Wuppertal

Lutherstift

workshop

18 de maio

18h00

Wuppertal

Hauptkirche Unterbarmen

concerto

19 de maio

20h00

Gelsenkirchen

Bleckkirche – Kirche der Kulturen

concerto

aktc-akmi-badakhshan_ensemble_sebastian_schutyser_.jpg


Aqnazar Alovatov - Badakhshan Ensemble.
Copyright: 
AKDN / Sebastian Schutyser

Artistas:

Aqnazar Alovatov é hoje um dos mais talentosos e requisitados cantores demaddohem Badakhshan, e é frequentemente convocado para cantar em celebrações religiosas e em encontros religiosos informais, nos quais os espetáculos de maddohdesempenham um papel central. Alovatov destaca que os textos usados na maddohtêm uma intenção didática e podem transmitir importantes ensinamentos acerca do caráter moral, de um modo de vida correto, da empatia, da honestidade e da coragem, pelo que as qualidades morais dos cantores devem estar em consonância com os seus ensinamentos.

Soheba Davlatshoeva é a fundadora e diretora do Badakhshan Ensemble e uma bem-sucedida artista, cantora, dançarina e instrumentista que uniu forças com a Iniciativa Aga Khan para a Música há mais de uma década, com o objetivo de partilhar as tradições musicais de Badakhshan com públicos de todo o mundo. Davlatshoeva acredita que os sons musicais são capazes de transmitir significados íntimos, e que é dever dos artistas compreender e transmitir estes significados através da sua música, independentemente das barreiras linguísticas. 

Mukhtor Muborakqadomov é um músico badakhshani de setar, e vive numa aldeia perto de Khorog, a capital regional e a maior cidade de Badakhshan. Começou a tocar música aos oito anos, aprendendo de ouvido de escutar o seu tio. Mukhtor é também um compositor que cria melodias originais para letras de músicas retiradas da poesia clássica persa e badakhshani.

Khushbakt Niyozov é um jovem mestre do rubabafegãoum instrumento versátil que desempenha um papel central no folclore, música clássica e popular do Afeganistão, sendo também usado na região de Badakhshan no Tajiquistão. Khushbakht interpreta os géneros instrumentais tradicionais badakhshani, mas tem também participado em workshops e laboratórios de música experimental que encorajam jovens músicos talentosos a explorar as linguagens artísticas contemporâneas nas quais juntam as suas competências artísticas para compor e fazer os arranjos. 

A redeKlangkosmos engloba cerca de 20 organizações culturais locais na região industrial da Renânia do Norte-Vestfália, na Alemanha. A Klangkosmos é uma organização cultural independente que, nos últimos 15 anos, tem vindo a oferecer aos amantes da música a oportunidade de desfrutar de concertos de alta qualidade com artistas de todo o mundo. Até agora, a Klangkosmos já trouxe artistas de mais de 100 países para tocarem para públicos regionais na Alemanha. www.klangkosmos-nrw.de

NOTAS

Iniciativa Aga Khan para a Música (AKMI) é um programa de educação musical e artística inter-regional lançado por Sua Alteza o Aga Khan para apoiar músicos talentosos e formadores musicais que trabalhem para preservar, transmitir e desenvolver os seus patrimónios musicais em formatos contemporâneos. A Iniciativa para a Música é um programa do Fundo Aga Khan para a Cultura, que funciona como agência de desenvolvimento cultural da Rede Aga Khan de Desenvolvimento. A Iniciativa para a Música iniciou o seu trabalho na Ásia Central com projetos no Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão e Afeganistão, tendo subsequentemente expandido as suas atividades para incluir artistas e públicos no Médio Oriente, Norte de África, Sul da Ásia e África Ocidental.

A Iniciativa para a Música trabalha com uma rede de parcerias globais de divulgadores de arte, organizações culturais e instituições académicas para organizar concertos, festivais, programas de residências artísticas e workshops com músicos incluídos no grupo de artistas da Iniciativa para a Música e novos trabalhos por eles desenvolvidos. Estes espetáculos apresentam artistas que se destacaram como músicos inovadores, seja trabalhando no âmbito dos repertórios e estilos tradicionais, de expressões contemporâneas de material tradicional ou na colaboração intercultural. A educação está no centro das atividades da Iniciativa para a Música, e os projetos de educação têm variado desde a gestão de centros de apoio a artistas talentosos e da organização de laboratórios criativos interculturais até ao desenvolvimento de novas metodologias e materiais de ensino e aprendizagem.

Para mais informaçõesacerca da Iniciativa Aga Khan para a Música, por favor, contacte: akmi@akdn.org ou info@akdn.org

ou

Nathalie de Groot

Aga Khan Music Initiative

1-3 Avenue de la Paix

1202 Geneva

Switzerland

akdn.org/music