Está aqui

Está aqui

  • Artistas à frente da Mesquita Bibi Khanym, Samarkand, Usbequistão.
    Sebastian Schutyser / Aga Khan Music Initiative
  • Homayoun Sakhi e Salar Nader no Centro Ismaili em Londres, no Reino Unido, em 2016.
    Sebastian Schutyser / Iniciativa Aga Khan para a Música
  • Pormenor do qanun, tocado por Feras Charestan no Wigmore Hall, em Londres, no Reino Unido, em 2016.
    Sebastian Schutyser / Iniciativa Aga Khan para a Música
  • Concerto de estudantes do Centro Ustatshakirt, em Bishkek, Quirguistão.
    Sebastian Schutyser / Iniciativa Aga Khan para a Música
Aga Khan anuncia novo prémio global para a música

Primeira Cerimónia do Prémio será realizada em 2019, em Lisboa, na Fundação Gulbenkian

Genebra, Suíça, 21 de Março de 2018 – Sua Alteza o Aga Khan anunciou hoje a criação do Prémio Aga Khan para a Música.

O Prémio, que atribuirá 500 mil dólares aos vencedores, reconhece a criatividade excecional, o valor e a iniciativa na atuação, criação, educação, conservação e revitalização da música em sociedades de todo o mundo com uma forte presença Muçulmana.

A primeira cerimónia do Prémio da Música realizar-se-á em Lisboa, Portugal, entre 29 e 31 de Março de 2019, e será coorganizada pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Câmara Municipal de Lisboa.

“O Prémio Aga Khan para a Música pretende ter um papel cultural invulgar”, disse Sua Alteza o Aga Khan. Entre os vários prémios da música a nível mundial, nenhum dos atuais se dedica à miríade de música e poesia de devoção, à música clássica indígena, à música folk tradicional e à música contemporânea inspirada nas tradições que tem florescido nas culturas moldadas pelo Islão.

Estes géneros e estilos musicais incorporam o papel tradicional da música como fonte de sabedoria espiritual, inspiração moral e coesão social. Num momento em que fortalecer a tolerância e o pluralismo parece ter-se tornado uma forte prioridade a nível mundial, a música oferece uma forma emocionante de conseguir chegar e envolver o público global.

O Prémio da Música será regido por uma comissão diretiva copresidida por Sua Alteza o Aga Khan e o seu irmão, o Príncipe Amyn Aga Khan, e será administrado pela Iniciativa Aga Khan para a Música. As nomeações para o Prémios serão solicitadas a um grupo de cerca de 100 especialistas em música de todo o mundo. O Grande Júri que escolhe os vencedores será composto por músicos proeminentes, diretores de festivais, produtores discográficos e líderes na educação artística, entre outros.

Os vencedores terão oportunidades de desenvolvimento profissional organizadas em colaboração com os Prémios da Música durante cada ciclo trianual dos prémios. Estas oportunidades incluirão comissões para a criação de novos trabalhos, contratos de gravação e gestão artística, apoios para projetos-piloto na educação e consultoria técnica para o arquivo, a conservação e os projetos de divulgação da música.

Para mais informações:
Nathalie de Groot nathalie.degroot@akdn.org
Sam Pickens info@akdn.org

Breves informações:

Membros da Comissão Diretiva 2018-2019

Salim Bhatia, Diretor de Academias, Rede Aga Khan para o Desenvolvimento

Farrokh Derakhshani (ex officio), Diretor, Prémio Aga Khan para a Arquitetura

Ara Guzelimian, Reitor e Diretor, Escola Juilliard

Shamsh Kassim-Lakha, Presidente do Conselho, Universidade da Ásia Central

Joseph Melillo, Produtor Executivo, Academia de Música de Brooklyn

Jonathan Mills, antigo Diretor e Diretor-Executivo, Festival Internacional de Edimburgo

Luis Monreal (ex officio), Diretor-Geral, Fundo Aga Khan para a Cultura

Azim Nanji, membro, Conselho de Administração, Centro Global pelo Pluralismo

Risto Nieminen, Diretor do Serviço de Música, Fundação Calouste Gulbenkian

Zeyba Rahman, Diretora de Programas, Fundação Doris Duke para a Arte Islâmica

Catarina Vaz Pinto, Vereadora da Cultura, Câmara Municipal de Lisboa

akmi_collage.jpg


Músicos da Iniciativa Aga Khan para a Música.

NOTA

A Iniciativa Aga Khan para a Música (AKMI) é um programa inter-regional de educação musical e artística com atuações mundiais, sensibilização, orientação e atividades de produção artística. Lançado para apoiar músicos talentosos e educadores musicais a trabalhar para conservar, transmitir e desenvolver a sua herança musical de forma contemporânea, a Iniciativa Aga Khan para a Música começou o seu trabalho na Ásia Central, alargando depois as suas atividades de desenvolvimento cultural para incluir comunidades artísticas e o público do Médio Oriente, no Norte de África e do Sul da Ásia.

A Iniciativa promove a revitalização da herança cultural tanto como fonte de subsistência para os músicos como um meio de fortalecer o pluralismo em países onde o mesmo é posto em causa por limitações sociais, políticas e económicas. Os seus projetos incluem a publicação de um manual abrangente, The Music of Central Asia (Indiana University Press, 2016), uma antologia em 10 CD-DVD, Music of Central Asia, coproduzida com a Smithsonian Folkways Recordings, um programa mundial de apresentação e sensibilização que favorece as colaborações musicais “Leste-Leste” e “Leste-Oeste”, e uma rede de escolas e centros de música que desenvolvem programas musicais inovadores e currículos nas regiões de ação da Iniciativa Aga Khan para a Música. (http://akdn.org/akmi)

Gestão da Iniciativa Aga Khan para a Música (AKMI)
Fairouz Nishanova, Diretora
Theodore Levin, Consultor Sénior