Está aqui

Está aqui

  • O acordo tem como objetivo criar um projeto que visa criar resiliência contra a ameaça de inundações causadas pelo degelo dos lagos glaciais no Vale de Shimshal. A AKDN tem trabalhadoo no Paquistão para mitigar o impacte das catástrofes, incluindo o distrito de Ghizer, representado aqui.
    FOCUS
A Agência Aga Khan para o Habitat (incluindo o FOCUS) e a USAID assinaram o acordo para criar comunidades fortes no Vale de Shimshal

Islamabad, Paquistão, 20 de janeiro de 2017. O Departamento de Gestão de Situações de Emergência (anteriormente FOCUS) da Agência Aga Khan para o Habitat (AKAH) e o Programa de Pequenas Doações e Subsídios da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) iniciaram o projeto “Criar Comunidades Fortes no Vale de Shimshal, em Gilgit-Baltistan, no Paquistão”. O projeto, que visa a criação de resiliência contra a ameaça de inundações causadas pelo degelo dos lagos glaciais (GLOF) no Vale de Shimsal, que vai capacitar os membros da comunidade na Redução do Risco de Catástrofes (DRR) e Gestão do Risco de Catástrofes baseada nas Comunidades (CBDRM). 

O projeto visa também realizar avaliações do perigo e risco dos quatro glaciares do vale e melhorar a antecipação de riscos através da criação de um Sistema de Aviso Prévio (EWS). O Sistema de Aviso Prévio proposto vai ser associado ao Centro de Aviso Prévio (EWC) existente em Gilgit para monitorizar o risco potencial nas áreas GLOF, que irá não só beneficiar o vale de Shimshal, mas muitas outras aldeias situadas a jusante do rio Hunza.

“O nosso objetivo é criar um ambiente seguro onde as comunidades possam criar um futuro para elas”, afirmou Nawab Ali Khan, Diretor-geral da AKAH. “O principal objetivo da integração dos programas do FOCUS e o Serviço de planeamento e construção Aga Khan, no Paquistão (AKPBSP) na AKAH é criar comunidades fortes e sustentáveis. Essas parcerias vão ajudar a alcançar este objetivo”. 

Até agora, a AKAH deu formação a mais de 36 000 voluntários para resposta e gestão de catástrofes no Paquistão. É o destinatário do prémio Sitara-i-Eisaar, que foi atribuído pelo governo do Paquistão como reconhecimento pela sua assistência humanitária durante o Terramoto em Kashmir em 2005.O projeto “Criar Comunidades Fortes no Vale de Shimshal” é possível graças ao apoio do povo norte-americano através da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). 

Para obter mais informações:

Alizay Jaffer:
Telemóvel: +92 111 253 254 Ext.: 312
E-mail: alizay.jaffer@akpbsp.org

OBSERVAÇÕES

Agência Aga Khan para o Habitat

A Agência Aga Khan para o Habitat (AKAH), que agrupa várias atividades, incluindo a Fundação Focus Assistência Humanitária, os Serviços de Planeamento e Construção Aga Khan e a Iniciativa de Gestão do Risco na eventualidade de Desastres da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento concentra-se na preparação para catástrofes inesperadas ou de eclosão lenta. O objetivo da AKAH é garantir que as pessoas pobres vivam em locais com a melhor proteção possível contra os efeitos das catástrofes naturais, que os habitantes que vivem em áreas de elevado risco tenham capacidade para lidar com catástrofes em termos de preparação e resposta; e que estes locais permitam o acesso a serviços sociais e financeiros que dão origem a melhores oportunidades e a uma melhor qualidade de vida. De início, as áreas prioritárias da AKAH serão o Afeganistão, Paquistão, Tajiquistão, República do Quirguizistão e Índia. 

Além de Sitara-e-Eisaar, os programas constituintes da Agência Aga Khan para o Habitat venceram vários outros prémios, incluindo: 2015 Times of India Social Impact Award (Índia); 2012 Zayed Energy Prize (Abu Dhabi); 2011 Ashden (Reino Unido); 2009 Dubai International Award for Best Practices; 2009 Partnership for Clean Indoor Air Global Leadership Award (Uganda); 2009 e 2010 National Energy Globe Award (República Checa); 2005 ALCAN Prize for Sustainability (Canadá) e o 2006 World Habitat Award (Reino Unido).

Linha telefónica gratuita antifraude da USAID/Paquistão

A USAID/Paquistão, em cooperação com o Gabinete do Inspetor-Geral da USAID, criou a linha telefónica gratuita antifraude para criar um local para a denúncia de fraude, desperdício e abuso, que podem estar associados aos projetos financiados pela USAID no Paquistão. As queixas são tratadas de maneira totalmente confidencial e as pessoas são encorajadas a denunciar casos de corrupção, fraude, desperdício ou abuso em projetos da USAID/Paquistão.

Os relatórios podem ser preenchidos de maneira anónima através do telefone gratuito fácil de usar (número gratuito: 0800 84700);

e-mail: complaints@anti-fraudhotline.com;

fax: 021-35390410;

morada: 5-C, 2nd Floor Khayban-e-Ittehad, Phase VII, DHA, Karachi, Paquistão. 

Website: www.anti-fraudhotline.com.