Está aqui

Está aqui

  • Na Índia, as mulheres são as principais impulsionadoras da mudança nas suas comunidades e estão a ajudar a espalhar a mensagem acerca da importância das práticas seguras de saneamento e higiene.
    AKDN / Christopher Wilton-Steer
Women speak about the Menstrual Hygiene Management Programme

Mais de 25 000 mulheres e raparigas melhoraram os seus conhecimentos e práticas de higiene menstrual na Índia, graças ao programa de Gestão da Higiene Menstrual (GHM) da AKDN.

 

 

 

 

 

 

akf-india-mhm_sangeeta.jpg

Sangeeta, Aldeia de Bokadthambha, Gujarate, Índia.
Copyright: 
AKDN
“Eu costumava ver-me acometida por cólicas menstruais”, diz Sangeet, da aldeia de Bokadthambha, em Gujarate, “e achava que não havia como aliviá-las. No entanto, depois de me juntar a um grupo em Kishori para adolescentes criado no âmbito da iniciativa de GHM, comecei a participar nas encontros e aprendi a gerir as minhas cólicas, através de uma dieta e exercício adequados.

Aprendi bastante sobre higiene e nutrição adequadas durante estes encontros.” Os encontros do Grupo de Kishori ajudam adolescentes como Sangeeta a reunirem-se para discutir abertamente as suas preocupações em relação à menstruação e as melhores práticas para gerir a higiene menstrual.


 

O programa de GHM atua em áreas rurais e urbanas da Índia e começou em 2015 como parte da Iniciativa Abrangente de Saneamento da AKDN. Os seus objetivos são:

  • Fortalecer o conhecimento de mulheres e raparigas acerca das práticas de higiene menstrual e a eliminação segura de resíduos menstruais;
  • Envolver as comunidades na escolha informada de absorventes menstruais e facilitar o acesso a estes produtos;
  • Incentivar o apoio da comunidade no sentido de criar um ambiente propício em relação à GHM e abordar normas socioculturais prejudiciais;
  • Capacitar mulheres e raparigas para que discutam livremente acerca da menstruação e praticar uma GHM segura sem restrições culturais ou práticas;
  • Colaborar com governos e outras partes interessadas para melhorar a entrega de serviços e produtos.

Outras mulheres e raparigas referem os benefícios do programe de GHM:
 

akf-india-mhm_rudi_behen.jpg

Rudi Behen, Aldeia de Lunsariya, Gujarate, Índia.
Copyright: 
AKDN
“Participo em encontros regulares de Grupos de Autoajuda sobre higiene menstrual na minha aldeia. Enquanto recém-casada, meu foco estava em aprender a acompanhar o meu ciclo. Nesses encontros, aprendi práticas apropriadas de higiene menstrual. Isto criou uma mudança positiva na minha vida. Sinto-me muito mais confiante e já não hesito em fazer viagens longas.”

No âmbito das sessões de formação em gestão da higiene menstrual para mulheres e adolescentes, Rudi Behen recebeu orientação sobre boas práticas de saúde menstrual. Ela considerou esta formação útil para a sua vida pessoal, assim como para a sua vida profissional, e hoje sente-se confiante na gestão da sua menstruação.

 

 

akf-india-mhm_nisha_kumari.png

Nisha Kumari, Escola Secundária de Ranipur, Patna, Bihar, Índia.
Copyright: 
AKDN
“Não só aprendi a ciência subjacente à menstruação com a nossa professora, como também me asseguro de que todas as raparigas da minha escola se sentem confortáveis em falar sobre menstruação nos encontros de Meena Manch. Tenho orgulho em dizer que a nossa escola tem um banco de pensos higiénicos no espaço de GHM e um incinerador que utilizamos para eliminar os nossos pensos em segurança.”

A AKF Índia está a criar escolas seguras para a GHM através do fortalecimento de grupos de raparigas, assegurando o acesso a produtos, como água e sabão, e fornecendo instalações funcionais.

 

 

 

 

akf-india-mhm_sharda_behen.jpg

Sharda Behen, Aldeia de Daladi, Gujarate, Índia.
Copyright: 
AKDN
“Sou membro do Comité de Gestão Escolar e conheci muitos casos de raparigas que não puderam continuar os estudos devido a limitações impostas pelos seus pais em relação à menstruação. Ao realizar estas sessões de GHM para elas e para os pais nos centros de Anganwadi, estamos a trabalhar em conjunto para construir um futuro positivo para as raparigas.”

Sharda Behen acredita que as raparigas não devem ser prejudicadas nos estudos por causa da menstruação e tem sido proactiva em empenhar as raparigas no aumento da sua confiança em falar sobre menstruação e deixá-las confortáveis para porem em prática as boas práticas de higiene menstrual.

 

 

 

akf-india-mhm_najra_parween.jpg

Najra Parween, Phulwari Sharif, Patna, Bihar, Índia.
Copyright: 
AKDN
“Assim que começámos a aprender acerca da nossa saúde e da higiene menstrual, as coisas não se ficaram por aí. Agora queremos mais. Queremos estudar e estar saudáveis. Temos a confiança para enfrentar qualquer desafio que possa surgir no nosso caminho.”

Muitas das raparigas que abandonaram a escola aquando da primeira menstruação mostraram interesse e tomaram medidas para retomar os estudos ou começar a trabalhar para sustentar as suas famílias. Ter aprendido acerca da sua saúde menstrual capacitou Najra e as suas colegas do grupo de GHM a fazer mudanças também noutros aspetos das suas vidas.

 

 

 

 

akf-india-mhm_ranjan_behen.jpg

Ranjan Behen, Aldeia de Bokadthambha, Gujarate, Índia.
Copyright: 
AKDN
“Quero garantir que a minha filha recebe todas as informações acerca da menstruação e que continua a estudar. Tenho orgulho em dizer que ela agora está no nono ano. Espero que haja mais pais de raparigas a participar nestas sessões.”

Enquanto mãe de dois filhos, Ranjan Behen quer garantir que a sua filha permanece na escola e que recebe uma educação tão boa quanto o seu filho. Através das sessões de GHM, ficou a saber o quão importante é fazer uma gestão da menstruação de forma higiénica e como a sua filha pode gerir a sua menstruação na escola e em casa.

 

 

 

 

akf-india-mhm_manjula_behen_.jpg

Manjula Behen, Aldeia de Daladi, Gujarate, Índia.
Copyright: 
AKDN
“Eu trabalho em quintas e ganho a vida na pecuária. Um dia estava a voltar do campo para casa e reparei num grupo de raparigas sentadas a ouvir uma mulher que segurava um cartaz colorido com umas mensagens sobre menstruação. Fiquei curiosa e entrei para o grupo. Naquele dia, aprendi a acompanhar o meu ciclo menstrual e a fazer uma gestão higiénica. Hoje, sinto-me preparada sempre que saio de casa para trabalhar na quinta.”

As sessões de formação de GHM da AKDN no terreno são inclusivas e estão abertas a todas as mulheres. Manjula Behen achou muito útil esta formação, especialmente em relação ao tempo que passa na quinta.

 

 

 

 

O Projeto de Higiene Menstrual faz parte da Iniciativa Abrangente de Saneamento da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento (AKDN), que por sua vez faz parte do projeto Swachh Bharat Abhiyan (“Missão Índia Limpa”) do governo da Índia. 

A iniciativa consiste num programa de cinco anos destinado a facilitar o acesso a saneamento e higiene de melhor qualidade a mais de 700 000 pessoas em seis estados da Índia. A sua implementação é levada a cabo através do esforço conjunto de várias agências da AKDN: a Fundação Aga Khan (AKF), o Programa de Aga Khan de Apoio Rural (AKRSP), a Agência Aga Khan para o Habitat (AKAH) e os Serviços Aga Khan para a Saúde (AKHS). Um dos elementos essenciais desta iniciativa é o fortalecimento do conhecimento e da prática da Gestão da Higiene Menstrual (GHM) junto das mulheres e raparigas nestes estados. Para mais informações, consulte a publicação intitulada: Programa de Gestão da Higiene Menstrual