Está aqui

Está aqui

  • Hwida e a sua Horta Familiar, aldeia de Eqleet, Assuão, Egito.
    AKDN / Gary Otte
Hwida e a sua horta familiar

Confrontada com a perda do marido e sem rendimentos próprios, Hwida tinha pouquíssimas oportunidades para melhorar a sua conjuntura. A viver na pequena aldeia de Eqleet, Assuão, e apoiada pelo seu pai, Hwida precisava de arranjar maneira de dar uma educação aos seus dois filhos.

Uma vizinha bondosa convidou Hwida para uma associação local de mulheres, onde recebeu formação básica da parte de uma organização da sociedade civil local apoiada pela Fundação Om Habibeh (OHF). Nessa associação, Hwida recebeu as ferramentas, materiais e formação necessários para criar a sua própria horta familiar através da OHF. Tornou-se uma empreendedora agrícola e começou a mudar a sua conjuntura. No seu próprio quintal, Hwida começou a cultivar colheitas como tomate, cebola, pimentão e beringela. Ao tratar cuidadosamente das suas plantações, Hwida conseguiu alimentar a sua família e fazer face às despesas da casa, incluindo os gastos com a escola dos seus filhos.

Hwida começou a gerir a sua horta familiar como o seu próprio negócio lucrativo. Hwida foi tão bem-sucedida que foi convidada para se tornar formadora e mediadora no âmbito das hortas familiares na OHF. Hoje em dia, Hwida ajuda outras mulheres das aldeias da região de Assuão a seguirem o seu caminho para o sucesso. Ela adora ver as suas vizinhas a crescerem e a desenvolverem-se através da sua formação e apoio.

Para Hwida, uma simples horta familiar deu-lhe a possibilidade de gerar rendimentos e comida nutritiva para a sua família, e ajudar outros ao mesmo tempo. Hwida é apenas uma dos 850 horticultores de hortas familiares que participaram na formação intensiva - oferecido pela OHF - e que receberam os materiais para começar as suas próprias hortas familiares.