Está aqui

Está aqui

  • Zainab (à esquerda) no Hospital da AKU em Karachi, onde - com o apoio da Overseas Private Investment Corporation (OPIC) - uma grande obra de expansão está a ajudar a melhorar o acesso a cuidados de saúde por parte de alguns dos cidadãos mais carenciados do Paquistão.
    AKU
A história de Zainab: Atingir novos patamares no sistema nacional de saúde

Quando Zainab Samad tinha 13 ou 14 anos, acompanhou a sua mãe a um médico no Hospital da Universidade Aga Khan, em Karachi, no Paquistão. O médico que observou a sua mãe era uma mulher, uma cirurgiã cardíaca. "Fiquei impressionada com a sua capacidade", diz hoje Zainab acerca dessa médica. Quando Zainab se candidatou às faculdades de medicina, ela candidatou-se à AKU.

“Sou a mais velha de cinco irmãos. Houve outros dois que estudaram na AKU e saíram-se melhor do que eu. Ambos tornaram-se excelentes cardiologistas”, diz com modéstia. "A minha primeira mentora foi a mãe, que seguiu uma carreira, criou cinco filhos e voltou à sua carreira mais tarde."

A mãe de Zainab era ginecologista. Por isso, desde tenra idade que Zainab se imaginava a ser médica. Mas uma posição de liderança numa universidade foi algo que nunca imaginou.

Contudo, em 2018, a Dra. Zainab Samad, depois de 16 anos na Universidade de Duke, voltou a Karachi para liderar o Departamento de Medicina da AKU. É a pessoa mais jovem de sempre a ocupar esta posição e a primeira mulher.

Ao crescer, ela não via pessoas como ela neste cargo. “Eu via os líderes como pessoas que tratavam da administração. Agora que estou eu neste cargo, vejo que pode ser uma hipótese de fazer alterações alinhadas com uma determinada visão. Trata-se de criar consensos em torno de uma missão e de uma visão ”, diz ela. “A liderança significa reunir os intervenientes e capacitar e elevar os outros.

A jornada de Zainab até novos patamares foi longa, mas ela espera que sirva de inspiração para outras mulheres seguirem o seu caminho.

"Espero que as pessoas passem a ver um líder como alguém em quem elas se poderiam tornar um dia, alguém que as defende", diz ela sobre o seu novo cargo. A AKU já teve diretoras em outros departamentos, nomeadamente em Ginecologia-Obstetrícia e Anestesia. "Espero que seja um sinal de que haverá mais."

A Universidade Aga Khan tornou-se a principal instituição de cuidados de saúde no Paquistão através da excelência no ensino e na investigação. Hoje, influencia as práticas e políticas de saúde em todo o país. Com a sua expansão, o Hospital da AKU continuará a desenvolver as competências dos profissionais de saúde como Zainab, para prestar um atendimento de classe mundial.

Existem ex-alunos da AKU em papéis de liderança em escolas, hospitais, clínicas e muito mais. “Ter mulheres em papéis de destaque é importante. A mudança está a começar a surgir. Na medicina, no nosso departamento estamos a descobrir várias formas de dar orientação às mulheres.”

Estas novas formas incluem uma iniciativa de orientação de mulheres ao longo das várias fases das suas carreiras, disponibilizando-lhes competências de liderança e comunicação. "Começamos por baixo e queremos ir crescendo", diz a Dra. Samad.

Este artigo foi publicado pela primeira vez no site da Fundação Aga Khan EUA.