Está aqui

Está aqui

  • Um licenciado do Programa de Preparação de Professores (PPP) nas Academias Aga Khan dá uma aula na Academia em Maputo, Moçambique.
    AKDN / Lucas Cuervo Moura
Graham Ranger: Formação de professores nas Academias Aga Khan

Durante a Palestra Peterson proferida durante a comemoração do 40.º aniversário do Bacharelato Internacional (BI), Sua Alteza contou uma história dos seus tempos de escola na Suíça. O treinador desportivo de Sua Alteza, um refugiado da Checoslováquia com apenas a roupa que tinha às costas e o par de sapatos que tinha calçados, chegou aos E.U.A. e tornou-se um empresário de sucesso. A história deste homem mostrou a Sua Alteza que, mesmo sem bens materiais, uma pessoa bem instruída pode aproveitar as oportunidades da vida e até começar do zero, se necessário.

Uma questão essencial para o desenvolvimento de uma pessoa bem instruída é o papel dos professores, como é ilustrado pelo progresso relatado em 2018 no que respeita ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável para Educação de Qualidade das Nações Unidas. Do mesmo modo, uma recente publicação da OECD afirma: “A qualidade de um sistema escolar excede a qualidade dos seus professores”.

As Academias Aga Khan estão empenhadas também em melhorar a qualidade da educação e criar capacidade local ao desenvolver potencial tanto nossos alunos como no corpo docente.  Nas palavras de Sua Alteza: “A qualidade moral e intelectual das Academias depende não só do nosso plano curricular, mas também da qualidade e da dedicação dos nossos professores. Por conseguinte, um dos principais objetivos das Academias é recuperar o prestígio da profissão docente para que as gerações futuras de homens e mulheres qualificados considerem o ensino uma oportunidade de vida excelente, válida e gratificante”.

Nós consideramos que o ensino é uma profissão nobre, por isso estamos empenhados em desenvolver os professores e líderes educativos das nossas Academias locais e investimos fortemente no desenvolvimento das respetivas capacidades e conhecimentos com a ajuda de educadores especializados a nível mundial. Cerca de 80 por cento de cada Academia é intencionalmente composto por professores locais.

Um dos principais meios através dos quais as Academias identificam talento local e desenvolvem-nos de acordo com os seus padrões é o PPP (Programa de Preparação de Professores). Os candidatos ao PPP, normalmente licenciados por universidades parceiras de países onde as Academias estão situadas, participam num breve programa prático numa Academia.  O programa culmina na seleção de seis a oito estagiários do PPP que ajudam a formar professores para as Academias. Durante os dezoito meses que se seguem, estes promissores jovens professores recebem formação numa Academia através de um programa prático e exclusivo, centrado numa metodologia de aprendizagem baseada em problemas.  O programa tem como resultado a certificação de professores BI formados.  É de salientar que o PPP das Academias é o único programa escolar do género a ser reconhecido e certificado pelo BI.

Até à data, 30 professores concluíram o PPP, a maioria dos quais está empregue nas Academias ou nas escolas dos Serviços Aga Khan para a Educação (AKES). De momento, há seis estagiários em formação. No início deste mês, um grupo misto de quatro professores quenianos e quatro professores moçambicanos iniciou o programa em Mombaça.  Através da sólida formação profissional prestada pelo PPP, as Academias estão a ajudar estes jovens professores locais a adquirir um conhecimento profundo e pessoal da AKDN, das Academias e da personalização do currículo BI através das Partes Integrantes da Aga Khan. Durante este processo, ficam verdadeiramente empenhados na sua função de desenvolvimento do talento e da liderança do seu país.

Um dos grandes pontos fortes do modelo PPP é podermos potenciar a rede das Academias através do desenvolvimento de professores para uma futura Academia com formação numa estabelecida. Este modelo foi criado na Academia Aga Khan em Maputo através da colocação de estagiários em Mombaça. O modelo vai ser expandido para Hyderabad para os professores na futura Academia em Daca.  Estão a ser desenvolvidos planos para adaptar o modelo PPP nos próximos cinco anos para preparar os professores noutras Academias futuras e para a rede a nível mais abrangente.

Graham Ranger é Diretor Académico nas Academias Aga Khan. 

2008-04-usa-5718.jpg

Sua Alteza discursa na reunião anual do Bacharelato Internacional.
Copyright: 
AKDN / Gary Otte