Está aqui

Está aqui

  • This AKAH water installation ensures local households have access to clean and safe water. Before, people drank from irrigation channels, which caused health problems such as diarrhoea, skin infections, eye infections and hepatitis. The community paid for 30 percent of the project and now pays a monthly fee for its upkeep.
    AKDN / Christopher Wilton-Steer
  • AKAH has decades of experience in ensuring adequate and safe access to basic services, particularly water, sanitation and hygiene services that meet the World Health Organization standards – to remote areas with weak public service infrastructure and a high incidence of poverty.
    AKDN / Kamran Beyg
  • AKAH’s technical experts conduct hazard vulnerability and risk assessments using satellite data and geographic information system technologies together with participatory on-site assessments to help communities understand, map and plan for the risks they face.
    AKAH
  • Mother and daughter using the energy-efficient stove in Thatta, Sindh.
    AKDN
  • Avaliação de glaciares.
    FOCUS
Habitat

As atividades da AKDN nesta área são coordenadas por dois programas que fazem parte da Agência Aga Khan para o Habitat (AKAH). Os Serviços de Planeamento e Construção da Aga Khan trabalham em problemas ambientais em regiões marginalizadas do país enquanto a Fundação Focus Assistência Humanitária (FOCUS) Paquistão implementa soluções de investigação e conceção para reduzir o impacte de perigos naturais em comunidades vulneráveis. Estas atividades incluem a formação de equipas de Gestão de Emergência, com o objetivo de criar resiliência contra catástrofes, ao mesmo tempo que capacita os membros da comunidade na Redução do Risco de Catástrofes (DRR) e na Gestão do Risco de Catástrofes a nível comunitário (CBDRM). O projeto também realiza avaliações de perigo e risco para melhorar a antecipação de riscos através da criação de um Sistema de Aviso Precoce (EWS). A AKAH deu formação a dezenas de milhares de voluntários para dar resposta e capacidade de gestão de catástrofes na Ásia Central e no Sul da Ásia, e muito mais nos outros países onde trabalha. Devido ao seu trabalho no Paquistão, recebeu o prémio Sitara-i-Eisaar, que foi atribuído pelo Governo do Paquistão como reconhecimento pela sua assistência humanitária durante o Terramoto de Caxemira em 2005.