Está aqui

Está aqui

  • 60 % da população da República do Quirguistão trabalha no setor agrícola e, por conseguinte, a infraestrutura de irrigação é essencial para a subsistência e segurança alimentar. A AKF trabalhou com associações de consumidores de água e departamentos aquáticos distritais para reabilitar mais de 85 canais de irrigação, com destaque para países ameaçadas por conflitos e escassos em recursos.
    AKDN
  • A AKF promove a utilização de estufas solares semelhantes às chinesas em comunidades remotas de grande altitude. Esta tecnologia permite aos agricultores prolongar a sessão de crescimento, aumentando a nutrição e a criação de rendimentos nos meses de inverno.
    AKDN
  • Com a ajuda do Programa de Apoio ao Desenvolvimento das Sociedades Montanhosas da AFK, os pequenos agricultores na República do Quirguistão construíram estufas solares semelhantes às chinesas para climas frios, que contribuem para uma dieta diversificada na região, através do cultivo de vegetais durante o inverno, onde as temperaturas atingem -20 °C.
    AKDN / Jean-Luc Ray
  • As estufas têm paredes de pedra que absorvem e retêm a energia solar e mantêm as temperatura interior constantemente acima de zero sem aquecimento adicional. Como resultado, as crianças e respetivas famílias comem pela primeira vez pepino e tomate cultivados localmente ao longo do ano.
    AKDN / Jean-Luc Ray
  • Desde 2006, a AKF construiu ou reabilitou 85 canais de irrigação, beneficiando mais de 50 000 famílias e recuperando mais de 56 000 hectares de terrenos agrícolas nas províncias de Naryn e Osh.
    AKF
Agricultura e segurança alimentar

As atividades de desenvolvimento rural da Fundação Aga Khan (AKF) no Quirguistão são implementadas pelo Programa de Apoio ao Desenvolvimento das Sociedades Montanhosas (registado em 2006).