Está aqui

Está aqui

  • A Escola Aga Khan, Osh, República do Quirguistão.
    AKDN / Mikhail Romanyuk
  • O Liceu Aga Khan em Khorog, Tajiquistão, forma mais de 950 alunos do 1.º ao 11.º ano com uma taxa de licenciados superior a 90%.
    AKDN / Jean-Luc Ray
  • Uma menina na Escola Aga Khan Booni, em Chitral, no Paquistão. 54 % dos 27 000 estudantes do AKES,P (no Paquistão) são raparigas.
    AKDN / Noor Fareed
  • O infantário urbano de Thorala em Gujarat, Índia, apoiado pelos Serviços Aga Khan de Educação.
    AKDN / Jean-Luc Ray
  • Os AKES no Tajiquistão estão a trabalhar com a Fundação Aga Khan no desenvolvimento de uma estratégia de Desenvolvimento da Primeira Infância (DPI) para a GBAO.
    AKDN / Jean-Luc Ray
AKES na Ásia

Na Ásia, os Serviços Aga Khan de Educação gerem escolas na Ásia do Sul e Central. As primeiras escolas abriram em 1905. Hoje existem mais de 190 escolas na Ásia.

Ásia Central

Os AKES gerem duas escolas-modelo na região, uma em Khorog, a capital de Gorno-Badakhshan no Tajiquistão, e outra em Osh, na vizinha República do Quirguistão. Os esforços de proximidade dos AKES têm também impacto nas escolas do distrito de Gorno-Badakhshan - através da formação de professores e de outros esforços de melhoramento escolar, muitas vezes em parceria com outras agências da AKDN. No Afeganistão, os programas dos AKES chegam a quase 25 000 estudantes. Atualmente, gere 70 centros de desenvolvimento infantil.  Também trabalha em distritos específicos, incluindo Cabul, no sentido de desenvolver competências em Língua Inglesa e Tecnologias de Informação, especialmente para crianças fora da escola, para que estas desenvolvam qualificações de empregabilidade. Ajuda também as crianças que frequentam a escola com programas de assistência tutorial para que se possam manter a par do trabalho escolar normal nos diferentes níveis de ensino.

Ásia do Sul

As escolas AKES na região (Índia, Paquistão e Bangladesh) - a maioria delas em locais rurais ou remotos - vêm oferecendo educação desde o início do século XX.  Na década de 1930, durante o Jubileu de Diamante de Sua Alteza o Sultão Mahomed Shah Aga Khan, foi levada a cabo uma iniciativa importante de estabelecer um conjunto de escolas, particularmente para raparigas no norte do Paquistão e no oeste da Índia. Existem hoje 180 escolas no sul da Ásia, das quais 161 estão no Paquistão, 27 na Índia e uma em Bangladesh. Estas escolas têm mais de 45 000 alunos matriculados e empregam cerca de 2000 professores. Uma percentagem significativa de estudantes afetados pelos AKES nesta região é de áreas rurais, com uma proporção igual de homens e mulheres. Em todo o caso, são envidados esforços não apenas para continuar a melhorar a qualidade da educação em algumas das partes mais remotas do mundo, mas também para desenvolver currículos compatíveis com as necessidades das comunidades rurais.

akes-pakistan-97988.jpg

Estudantes numa turma na Escola Secundária Aga Khan, em Kuragh, Paquistão