Aga Khan Development Network
 

What's New

General News

Press Releases

Speeches

Spotlights

Publications

In the Media

E-mail Bulletin Archives

Photos & Slide Shows

Videos

Podcasts

Awards received

Grant News

Rss

Palavras do Presidente da Academia das Ciências de Lisboa, Professor Eduardo Romano de Arantes e Oliveira, proferidas no dia 8 de Maio de 2009, na Cerimónia da Investidura de Sua Alteza, o Príncipe Aga Khan, como Membro Estrangeiro da Academia das Ciências de Lisboa

08 May 2009

 

Please also see: English version, Press Release

Alteza;
Senhor Prof. Adriano Moreira, Presidente da Classe de Letras e Vice-presidente da Academia das Ciências;
Senhores Ministros da Defesa e da Cultura
Senhores Reitores;
Eminentes Académicos;
Senhores Professores e homens de Cultura e de Ciência;
Minhas Senhoras e meus Senhores:

No dia da primeira visita do Príncipe Aga Khan a uma Academia que teve a sabedoria de o eleger como um dos seus membros estrangeiros, é com grande prazer e honra que saúdo Sua Alteza em nome da Instituição a que presido.

Senhor:

Muitas altas personalidades estrangeiras visitaram esta veneranda Academia desde a sua fundação há 230 anos. E alguns deles foram eleitos seus sócios.

Não faria porém sentido considerar Vossa Alteza como um visitante ilustre entre muitos outros.

De facto, Vossa Alteza não só é - desde 1957 -, o 49º Imam dos Ismaelitas, e portanto o chefe espiritual de uma comunidade que a Nação Portuguesa aprendeu a olhar com a maior estima entre as várias que acolhe no seu seio, como, no exercício das suas altas funções, tem agido como homem de fé e de cultura, e demonstrado um talento excepcional de político, diplomata e organizador.

As profundas e necessárias transformações políticas que nas últimas décadas ocorreram na Ásia e em África poderiam ter sido muito mais difíceis para várias nações, e para a Comunidade Ismaelita fixada no meio delas, não fora a sua actividade de leader e estadista.

A “Rede Aga Khan para o Desenvolvimento” que Vossa Alteza concebeu, conhecida pela sigla AKDN, constitui um sistema de agências de desenvolvimento mandatadas para se ocuparem de aspectos que vão desde a saúde, a educação, a cultura, a arquitectura e a revitalização de cidades históricas, às microfinanças, à fundação de empresa privadas, ao desenvolvimento da sociedade civil, ao desenvolvimento rural, e à mitigação de catástrofes naturais.

Lamento que o horário necessariamente rigoroso a que a visita de Vossa Alteza teve de se sujeitar me impeça de dizer mais sobre o Homem e os êxitos que coroaram a sua acção.

Vou pois terminar este meu curtíssimo discurso desejando a Vossa Alteza felicidade e êxitos para os seus empreendimentos.

Durante a sua vida pública, demonstrou uma capacidade quase única para ligar o Oriente com o Ocidente. Olhamos pois a sua associação à nossa Academia como muito mais que uma honra que a Instituição entendeu outorgar a um homem que tanto admira.

Asseguro-lhe, Alteza, que a Academia das Ciências de Lisboa, lídima representante da tradição portuguesa, deseja desempenhar um papel muito significativo nas relações do Aga Khan com uma nação que, como a nossa, sempre se sentiu vocacionada para promover o diálogo entre culturas e civilizações.

Bookmark and shareBookmark & Share

Return to top