Aga Khan Development Network
 

What's New

General News

Press Releases

Speeches

Spotlights

Publications

In the Media

E-mail Bulletin Archives

Photos & Slide Shows

Videos

Podcasts

Awards received

Grant News

Rss

Obras- Primas da Colecção do Museu Aga Khan


Please also see: Museums and Exhibitions Programme, Photographs and Press Release

Para mais informações

.
Lisboa, Portugal, 13 de Março de 2008  – A exposição “A Educação do Príncipe: Obras- Primas da Colecção do Museu Aga Khan” foi hoje oficialmente inaugurada no Museu Calouste Gulbenkian por Emílio Rui Vilar, Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, e por Príncipe Amyn Aga Khan, em representação do seu irmão, Sua Alteza Aga Khan. O evento contou com a presença do Ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro. A exposição reúne obras de arte Islâmica abrangendo mil anos de história, que irão integrar o espólio do futuro Museu Aga Khan, cuja abertura em Toronto, no Canadá, está prevista para 2011.

Os elementos da colecção, que compreendem obras de arte em pedra, madeira, marfim e vidro, objectos de metal, cerâmica, obras raras em papel e pergaminho dos séculos VIII ao XVIII, dão-nos uma perspectiva dos feitos das civilizações muçulmanas desde a Península Ibérica até a China.. A colecção reúne algumas das mais importantes obras da arte Islâmica, incluindo a famosa colecção de miniaturas e manuscritos criada pelo já falecido Príncipe Sadruddin Aga Khan (tio de sua Alteza Aga Khan).

No discurso de abertura da exposição, o Príncipe Amyn agradeceu ao Museu Calouste Gulbenkian a generosidade em acolher as obras do Museu Aga Khan. “Espero que isto seja o início de uma colaboração a longo prazo entre o Fundo para a Cultura Aga Khan e o Museu Gulbenkian”, afirmou. “Exposições como estas desempenham um papel muito importante na promoção do entendimento, do respeito e apreciação para as diferentes culturas e tradições”, referiu.

“Além do valor intrínseco do encontro entre duas colecções de arte significativas, o valor simbólico desta exposição tem uma importância acrescida no papel que as instituições como a Fundação Calouste Gulbenkian e o Fundo Aga Khan para a Cultura possam desempenhar no melhoramento da compreensão da diversidade, uma condição imprescindível na abertura do diálogo entre os povos e as culturas nos dias de hoje”, referiu Emílio Rui Vilar, Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian.

A exposição está organizada ao longo de dois temas principais: “ A Palavra de Deus” e “O Poder da Soberania”. “A Palavra de Deus” apresenta manuscritos do Alcorão, de diferentes épocas, demonstrando como o texto sagrado serviu de inspiração à produção artística e arquitectónica. “O Poder da Soberania” apresenta obras de arte de algumas das mais representativas cortes na história do mundo Islâmico, entre os quais objectos em ouro e cristal de rocha produzidos para os Fatimidas no século X e XI, a retratos dos Sultões Otomanos e dos Xás da dinastia Qajar. Este grupo inclui objectos ilustrativos da vida nas cortes Islâmicas durante a época medieval e início da época moderna no Islão, compreendendo a educação e a arte de governar através de uma série de textos científicos, livros de fábulas, pinturas em miniatura e desenhos, álbuns da caligrafia, estojos de penas, instrumentos de corda, trabalhos em madeira, azulejos e cerâmica, e metais.

A exposição foi criada sob o patronato da Sua Alteza Aga Khan, fundador e Administrador da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento (Aga Khan Development Network - AKDN) e de Sua Excelência o Presidente da República de Portugal, Aníbal Cavaco Silva. Previamente exibido em Parma (Itália), Londres (Reino Unido) e Paris (França), são previstas futuras exposições da colecção em várias cidades Europeias antes da abertura do museu em Toronto.

É intenção de Sua Alteza o Aga Khan, que o futuro museu represente um centro de educação e aprendizagem dedicado à apresentação da arte e da cultura Muçulmana em toda a sua diversidade histórica, cultural e geográfica. O Museu vai integrar um grupo de três novos museus actualmente em vias de estabelecimento pelo Fundo Aga Khan para a Cultura (Aga Khan Trust for Culture – AKTC). Os restantes são o Museu do Cairo Histórico, no Egipto e o Museu Marítimo do Oceano Índico, no Zanzibar.

O Museu do Cairo Histórico foi projectado com o objectivo de expor a herança cultural e arquitectónica da zona histórica da capital do Egipto, tanto à população do Cairo como aos turistas. O Museu será complementado com espaços de exposições na muralha aiúbida (séculos XII) que circunda o terreno, e nos prédios culturais recentemente restaurados na cidade histórica, que os visitantes serão encorajados a descobrir ao deixar o Museu.

O Museu Marítimo do Oceano Índico no Zanzibar faz parte integrante do extenso trabalho de revitalização levado a cabo na Cidade de Pedra do Zanzibar, que foi considerada Património Mundial. O Museu dedica-se à ilustração da troca de bens, ideias e mitos que tiveram lugar entre as diversas civilizações costeiras do Oceano Índico.

Para mais informações:
Os museus fazem parte do vasto espectro das actividades da AKTC, com o objectivo de preservar e promover a herança material e espiritual das sociedades muçulmanas. Na qualidade da agência cultural da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento, a AKTC utiliza a herança cultural como um meio catalisador para o desenvolvimento e para a cooperação.

Para mais informações, por favor contactar:
SamPickens
Aga Khan Development Network
P.O. Box 2049
1211 Geneva 2
Switzerland
Tel: (+41 22) 909 7200
Fax: (+41 22) 909 7291
Website: www.akdn.org/museums

Elisabete Caramelo
Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna, 45A
1067-001 Lisboa
Portugal
T +351 21 782 3000
F +351 21 782 3021
Website: www.gulbenkian.pt

Notas:
Sua Alteza Aga Khan é o 49º Imam hereditário (líder spiritual) dos Muçulmanos Ismaili e descendente directo do Profeta Muhammad (que a paz esteja com ele). Licenciado em Harvard em História Islâmica, o Aga Khan sucedeu ao seu avô como Imam dos Ismailis em 1957. É o fundador e administrador da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento (AKDN).

A AKDN é um grupo de agências de desenvolvimento privadas e não confessionais, que operam no sentido de melhorar as condições de vida e o acesso a oportunidades, especialmente na África subsaariana, Ásia do Sul e Central, e Médio Oriente. As nove agências de desenvolvimento da Rede concentram-se no desenvolvimento social, cultural e económico para todos os povos, independentemente de sexo, nacionalidade ou religião. A ética subjacente à AKDN é a compaixão pelos vulneráveis na sociedade. O seu orçamento anual para as actividades filantrópicas ultrapassa a importância de USD 350 milhões.

EXPOSIÇÃO
A Educação do Príncipe
Obras-Primas da Colecção do Museu Aga Khan
14 de Março a 6 de Julho de 2008
Terça-Feira a Domingo, das 10 às 18 horas
Encerra à Segunda-feira e Feriados (Domingo de Páscoa e 1 de Maio)

Entrada: 4 euros (inclui o museu)

CONFERÊNCIAS DE MAIO

Cinco leituras da arte e cultura Islâmica
(Dias 5, 7, 12, 19 and 26 às 18:30 horas)

Programa do Prémio Aga Khan para a Arquitectura
(Dia 8, das 14 às 19 horas)

Programa completo a anunciar

VISITAS GUIADAS
A partir de 27 de Março, 2008
Quinta-feira às 15 horas
Domingo, 20 de Abril às 11 horas
Com reserva à hora da visita, excepto nos feriados
(Máximo de 5 pessoas, mínimo de 15)

Reserva prévia para grupos:
dcerqueira@gulbenkian.pt
isilva@gulbenkian.pt
mrazevedo@gulbenkian.pt
Tel.: 21 782 34 55/6
Fax.: 21 782 3032

Visitas guiadas grátis

www.museu.gulbenkian.pt
www.gulbenkian.pt

Bookmark and shareBookmark & Share

Return to top